Vitória Rosa fez um discurso emocionado para relatar as dificuldades que enfrentou no ciclo olímpico: lesões, salário reduzido, falta de patrocínio...AFP

Tóquio - O Brasil não terá representantes na disputa pelo pódio na prova dos 200m rasos feminino. Na estreia nas Olimpíadas de Tóquio, Ana Carolina Azevedo e Vitória Rosa não se classificaram para as semifinais. A alagoana Ana Carolina abriu o dia de competição na noite deste domingo, no Estádio Olímpico de Tóquio, com o seu melhor tempo na temporada: 23s20. No entanto, não foi suficiente para avançar.
"Para disputar a semifinal, eu teria que correr abaixo de 23s. Entrei consciente que era uma série forte e que eu daria o meu melhor", disse Ana Carolina ao 'SporTV'.
Publicidade
Vale destacar que apenas as três primeiras colocada das sete baterias, além das atletas com os três melhores tempos restantes, garantiriam a vaga nas semifinais. Já a carioca Vitória Rosa, de 25 anos, não fez a prova dos sonhos. Com o tempo de 23s59, ela terminou a quarta bateria classificatória e sexto lugar. Emocionada, desabafou sobre as dificuldades enfrentadas no ciclo olímpico.
"Primeiramente posso dizer que estou muito feliz com a prova. Estamos numa pandemia, estou sem patrocinador, meu clube reduziu o meu salário e só a Marinha manteve o apoio. Independente das dificuldades a gente está aqui para tentar, estamos trabalhando para chegar a uma final e um dia o resultado vai vir", disse Vitória.