Fernando Miguel quer ver Vasco com mais atitude; Maxi López pode pegar o São Paulo

Para o goleiro, o time necessita de uma característica tipicamente carioca: malandragem

Por O Dia

Recuperado de um corte no pé, Maxi tem boas chances de jogar na quinta
Recuperado de um corte no pé, Maxi tem boas chances de jogar na quinta -

Rio - O que falta ao Vasco para escapar de vez do risco de rebaixamento? Um elenco mais forte? Um craque que faça a diferença? Um técnico com currículo recheado de títulos? Para o goleiro Fernando Miguel, o time necessita de uma característica tipicamente carioca.

"Nós precisamos ter capacidade maior de decisão, mais malandragem. Não podíamos empatar aquele jogo contra o Atlético Paranaense, por exemplo (o Vasco sofreu o empate aos 50 minutos do segundo tempo). Precisamos de experiência, malandragem", disse o goleiro, que deve ser mantido como titular contra o São Paulo, na quinta, já que Martín Silva, com a seleção uruguaia, deve voltar apenas amanhã ao Brasil.

"Conviver com o risco de rebaixamento é algo muito desconfortável, ninguém quer isso. Nós poderíamos estar fora dessa confusão todas há algumas rodadas, mas infelizmente o panorama que nós temos é esse. Mas a camisa do Vasco é pesada, temos que ter personalidade para assumir essa responsabilidade", completou.

O jogo contra o São Paulo, quinta, em São Januário, está sendo encarado como uma verdadeira decisão pelos vascaínos. E a torcida tem um motivo a mais para ficar otimista. O atacante Maxi López se recuperou de um corte no pé direito e tem boas chances de jogar. Ele será reavaliado amanhã pelos médicos. Ontem, ele foi poupado do treino no CT do Almirante por Alberto Valentim, que mandou a campo apenas reservas e quem não atuou os 90 minutos contra o Corinthians.

"A gente espera que o Maxi volte logo. Ele vive um momento muito bom", disse Fernando Miguel, ressaltando a importância do duelo de quinta: "Será uma decisão contra o São Paulo e temos que nos preparar para esse jogo. É o mais importante da temporada. Não podemos pensar no Palmeiras".

Comentários