Após mais de dois anos sem jogar, Marcelo Mattos vive pré-temporada especial no Vasco

Recuperado, volante foi submetido a cinco cirurgias no joelho direito e acredita que pode ser o 'nono' reforço

Por O Dia

Marcelo Mattos volta a ser opção no Vasco, após dois anos sem jogar
Marcelo Mattos volta a ser opção no Vasco, após dois anos sem jogar -

Atibaia, São Paulo - Recomeço. É como Marcelo Mattos define o voto de confiança dado pelo Vasco na pré-temporada em Atibaia. Há dois anos e quatro meses longe dos gramados, o volante, de 34 anos, foi submetido a cinco cirurgias no joelho direito durante o período afastado. Recuperado e com o contrato prorrogado até o fim do Campeonato Carioca, mantém o otimismo para voltar a jogar futebol.

"Essa é minha pré-temporada mais especial. Mais especial do que o começo da carreira e todos os títulos. Aprendi a nunca desistir. Foram dois anos de muita dor", disse Marcelo Mattos, emocionado, na coletiva concedida nesta quarta-feira em Atibaia.

Recuperado das lesões no ligamento do joelho direito, Marcelo Mattos ganhou o incentivo do técnico Alberto Valentim e foi convocado para a pré-temporada. Ele tem treinado com bola, mas ainda realiza uma programação especial de manutenção e prevenção de novas lesões.

"A cada cirurgia eu ganhava mais força. Queria jogar futebol. Claro que ainda não estou dentro do campo, mas quero muito voltar a jogar futebol. O Valentim teve uma importância muito grande. Me mandou mensagem nas férias", disse o volante.

Dos oito contratados pelo Vasco em 2019, dois são da posição de Mattos: Fellipe Bastos e Lucas Mineiro. Ainda que Alberto Valentim conte com Willian Maranhão, Andrey, Raul, Bruno Ritter e Rodrigo Fernandes, Marcelo Mattos não esconde a ansiedade pela possível volta e crê que pode ser o 'nono' reforço cruzmaltino.

"A torcida é para que eu volte a jogar. Se voltar, podem ter certeza que vou ser um grande reforço", disse Marcelo Mattos.

Lesão e mágoa

Longe dos gramados há mais de dois anos, Marcelo Mattos levou a pior numa dividida com Jorge Henrique e não escondeu a mágoa com o antigo companheiro de Botafogo e Vasco. O volante revelou que o atacante nunca o procurou depois das cirurgias. Jorge Henrique se manisfestou em nota oficial, em novembro de 2018, e disse torcer pela recuperação, mas que a 'dura' entrada foi um revide em outra disputa com Marcelo Mattos.

Comentários