Vasco encerra parceria e promete brigar por direitos previstos em contrato

Alvo de investigação da Polícia Federal, empresa deixa o clube após três meses, por descumprimento de acordo

Por O Dia

Bruno César, ao lado do diretor de futebol Alexandre Faria, vestirá a camisa 10 do Vasco em 2019
Bruno César, ao lado do diretor de futebol Alexandre Faria, vestirá a camisa 10 do Vasco em 2019 -

 Rio - O Vasco colocou um ponto final na parceria com a JJ Invest. Patrocinadora do clube desde outubro, a empresa ligada ao ramo financeiro deixa o Cruzmaltino após três meses. O acordo tinha validade até 2019. Em nota oficial, o Vasco alegou descumprimento contratual por parte da ex-patrocinadora e promete brigar pelos direitos previstos no compromisso.

A JJ Invest, que firmou parceria com clubes de menor investimento do Rio, é alvo de investigação da Polícia Federal e de processo na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) por movimentação atípica na bolsa de valores e falta de autorização para prestar serviços de administração de investimentos. 

Ainda sem patrocinador master, o Vasco mantém a negociação e conversas com algumas empresas. O banco BMG, que acertou com o Corinthians, era uma delas.

Confira a nota na íntegra:

"O Club de Regatas Vasco da Gama informa que, nesta sexta-feira (18/01), encerra sua parceria com a JJ Invest em razão de descumprimento unilateral do contrato por parte da antiga patrocinadora. O Clube já está tomando as medidas cabíveis e previstas em contrato para a preservação de seus direitos e interesses institucionais. O Vasco esclarece ainda que, até a presente data, a exposição da marca da referida empresa se deu mediante o recebimento prévio da receita correspondente, portanto sem prejuízo para o Clube".

Comentários