Mais Lidas

Justiça bloqueia verbas do Vasco após ação de empresa alimentícia

Dívida do clube com o Espetto Carioca já ultrapassa R$ 3 milhões de reais

Por O Dia

O presidente do Vasco, Alexandre Campello, lamentou o ocorrido
O presidente do Vasco, Alexandre Campello, lamentou o ocorrido -

Rio - No final da tarde desta terça-feira, a rede de bares e restaurantes Espetto Carioca obteve nova vitória na ação de cobrança que move contra o Vasco. A justiça determinou o bloqueio de verbas em mão de terceiros (inclusive CBF, FERJ e patrocinadores). Caso alguma empresa tenha valores a pagar ao clube,  30% do montante serão retidos até atingir R$ 1.054.410,79. Procurado, o Vasco promete recorrer da decisão.

Em maio de 2018, o clube anunciou o rompimento do contrato com a Espetto Carioca. No entanto, a justiça reconheceu a existência da dívida do Vasco com a empresa e a juíza Flávia Justus, da 28ª Vara Cível do Rio, determinou o bloqueio financeiro do clube.

Contudo, ainda falta discutir judicialmente a multa por quebra unilateral de contrato, que vem a ser três vezes maior que o valor do contrato, que pode elevar o valor do débito a mais de R$ 3 milhões.

O Espetto Carioca forneceu, durante três meses, alimentação em São Januário para atletas e funcionários, mas não recebeu.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia