Novo talismã do Vasco, Danilo Barcelos coleciona gols em finais

Polivalente, lateral-esquerdo é um dos trunfos da equipe na bola parada

Por O Dia

Danilo Barcelos
Danilo Barcelos -

Rio - Danilo Barcelos perdeu as contas de quantas vezes reviu o gol da vitória de 1 a 0 sobre o Fluminense, que garantiu ao Vasco o invicto título da Taça Guanabara. Foi necessária que a esposa, Lorena Barcelos, entrasse em 'campo' para que o lateral-esquerdo baixasse a adrenalina após a decisão no Maracanã.

"Vi o gol bastante vezes. Vejo vídeos quando vou para o campo, pois você fica gravando na memória e esse vai ser mais um gol para colocar nos meus vídeos. Minha esposa deu até uma cornetada, porque eu estava vendo muito", confessou Danilo.

No dia seguinte à conquista, o dia foi de trabalho em São Januário. Com um sorriso encarando no rosto Danilo não reclama, e sim agradece pela chance de escrever seu nome na história do clube. Sem tempo a perder, o Vasco treinou de olho no confronto com o Serra-ES, amanhã, no Kleber Andrade, pela segunda fase da Copa do Brasil.

Estrela em decisões

Com um histórico de gols em finais, o camisa 14 do Vasco acrescentou mais um importante feito no currículo. Foi dele um dos gols da vitória de 2 a 0 do Sport sobre o Ceará final da Copa do Nordeste de 2014. Na decisão do Campeonato Mineiro de 2016, sua estrela voltou a brilhar.

Com três gols sobre o Atlético-MG, em dois jogos, ele comandou o América-MG na finalíssima. Com a camisa cruzmaltina, Danilo tem apresentado a potência do pé esquerdo, sem perder a sinceridade. Ele admitiu o gol 'sem querer' ao fim do clássico com o Fluminense, mas assinalou o segundo gol de falta no Campeonato Carioca.

"Foi meu quinto gol em finais. Já ficamos criando esse hábito. Quem é mais próximo manda mensagem falando que é final. Uma alegria grande estar no Vasco, e temos que valorizar muito o conjunto. Além de ter sido um título inédito, mostra que o time evoluiu", destacou o lateral-esquerdo. 

O Vasco faturou R$ 1 milhão pela conquista da Taça Guanabara. Da renda de R$ 1.129.912,00 da decisão contra o Fluminense, o clube lucrou R$ 109.013,75. O impasse sobre a realização do clássico com ou sem a presença de público prejudicou a arrecadação dos dois clubes. O clube encerrou ontem o leilão das camisas em homenagem às vítimas do incêndio no Flamengo e das enchentes no Rio, no início do mês. Foram arrecadados R$ 94.700 que serão doados aos mais afetados pelas chuvas na Rocinha e no Vidigal. A estampa da bandeira do Flamengo na camisa do Vasco gerou crise interna no clube e o caso será discutido pelo Conselho Deliberativo.

Galeria de Fotos

Danilo Barcelos Rafael Ribeiro/Vasco
Danilo Barcelos Luciano Belford/Agência O Dia

Comentários