Vasco decreta luto de três dias por morte do ex-presidente Eurico Miranda

O treinamento programado para esta terça-feira, em São Januário, também foi cancelado

Por O Dia

Eurico foi condenado por Ministério Público
Eurico foi condenado por Ministério Público -

Rio - O Vasco decretou luto de três dias na tarde desta terça-feira (12), por conta da morte do ex-presidente Eurico Miranda, aos 74 anos. As atividades do elenco profissional programadas para hoje também foram canceladas. O Cruzmaltino enfrenta o Avaí na quinta-feira (14), em São Januário, pela Copa do Brasil.

Considerado por muitos como o maior dirigente da história do futebol carioca, Eurico enfrentava há anos um câncer no cérebro. Em nota, o clube lamentou a morte do mandatário. "O Club de Regatas Vasco da Gama cumpre o doloroso dever de comunicar, com profundo pesar, o falecimento do Presidente do Conselho de Beneméritos e ex-Presidente da Diretoria Administrativa, Eurico Miranda. A Diretoria Administrativa manifesta condolências aos familiares e amigos".

Eurico foi presidente do Vasco em dois períodos: de 2003 a 2008, e de 2015 a 2017. Também foi vice-presidente de futebol do clube entre 1990 e 2002, e participou do período das maiores conquistas do clube, como o Campeonato Brasileiro de 1997, a Copa Libertadores de 1998, a Copa João Havelange de 2000 e a Copa Mercosul de 2000.