Relembre as cinco maiores contratações do Vasco com peso de Eurico Miranda

Ex-dirigente conseguiu trazer, entre os anos 80 e 90, grandes nomes para o clube

Por O Dia

Eurico Miranda
Eurico Miranda -

Rio - Eurico Miranda, que faleceu no início da tarde desta terça-feira, teve papel muito importante no Vasco no período que foi dirigente do clube, especialmente nos anos 80 e 90. O ex-presidente foi fundamental para o clube realizar grandes contratações em sua história. Abaixo, o Dia listou as cinco maiores negociações nas quais ele teve uma importância fundamental.

 

Roberto Dinamite - Vasco da Gama/Site Oficial

1 - Roberto Dinamite (1980)

Dinamite, depois de uma primeira passagem brilhante pelo Vasco, foi tentar a sorte no Barcelona, em 1980. Porém, não conseguiu se firmar no clube espanhol. No mesmo ano, o jogador voltou ao futebol brasileiro. Primeiro, o Flamengo demonstrou interesse e quase fechou a contratação, mas, ao saber do interesse rubro-negro, Eurico Miranda, com pressão da torcida vascaína, ligou para Roberto e fez uma proposta superior. Dinamite retornou ao clube em maio de 1980 e, logo em seu segundo jogo, marcou os 5 gols da goleada do Vasco em cima do Corinthians. 

2 - Bebeto (1989)

Bebeto - Vasco da Gama/Oficial

Bebeto vinha sendo destaque do Flamengo desde que havia chego ao clube, em 1985. Em alta, colecionando títulos pelo clube e convocações para a Seleção, seu contrato chegou ao final. Na época, o passe ainda pertencia ao Rubro-Negro, mesmo com o fim do contrato, e as pedidas de Bebeto eram consideradas altas pelo Flamengo. Foi aí que entrou Eurico Miranda. Vendo de longe a indecisão no caso, o dirigente foi até a Teresópolis, onde Bebeto estava com a Seleção durante a Copa América de 1989, e fez uma proposta salarial que agradou ao atleta. Quando o Flamengo quis voltar a negociar, Bebeto estava balançado e acabou optando pelo Vasco. Com a camisa cruzmaltina, foi campeão brasileiro ainda em 1989 em um time estrelado que foi chamado de "Sele-Vasco", com jogadores como Giovanni,Mauricinho, Bismarck, Sorato, Acácio e tantos outros.

3 - Luizão e Donizete (1998)

Donizete e Luizão - Vasco Notícias

Edmundo e Evair brilharam pelo Vasco em 1997 no terceiro título brasileiro do clube. Porém, o clube perdeu a dupla para o ano de 1998. Para fazer bonito na Libertadores do ano do centenário, Eurico trouxe uma dupla de ataque de respeito: Luizão e Donizete. Os dois brilharam na conquista inédita do clube da Libertadores. Ainda marcaram gols nos dois jogos da final, contra o Barcelona do Equador.

4 - Edmundo (1999)

Edmundo - Vasco da Gama/Site Oficial

Infeliz na Fiorentina, da Itália, Edmundo queria voltar ao seu Rio de Janeiro e, percebendo a possibilidade, Eurico Miranda conseguiu trazer o ídolo de volta ao Vasco. Em sua terceira passagem pelo clube, o jogador foi recebido com festa em São Januário. A passagem não teve conquistas, mas Edmundo deixou seus golzinhos, principalmente contra o Flamengo.

5 - Romário (Final de 1999)

Romário - Vasco da Gama/Site Oficial

Romário foi revelado pelo Vasco em 1985 e fez sua carreira na Europa pelo PSV-HOL e o Barcelona-ESP. Quando voltou ao Brasil como campeão do mundo em 1995, deixou os vascaínos frustados ao preferir atuar justamente pelo Flamengo. Porém, em 1999, Romário cometeu um ato de indisciplina no Rubro-Negro e foi afastado. De olho no Mundial de Clubes, que começaria em Janeiro de 2000, Eurico conseguiu contratar o Baixinho e acertou em cheio. O mundial não veio, mas Romário fez uma excelente temporada no ano de 2000, marcando mais de 70 gols e conduzindo o Vasco aos títulos do Brasileiro e da Copa Mercosul (com virada histórica em cima do Palmeiras, em São Paulo, com três do baixinho). 

Galeria de Fotos

Eurico Miranda Paulo Fernandes/ Vasco.com.br
Roberto Dinamite Vasco da Gama/Site Oficial
Bebeto Vasco da Gama/Oficial
Edmundo Vasco da Gama/Site Oficial
Donizete e Luizão Vasco Notícias
Romário Vasco da Gama/Site Oficial

Comentários