Campello afasta possibilidade de perda de pontos no STJD: 'Vasco não é Portuguesa'

Situação envolvendo Clayton gerou polêmica nas redes sociais

Por O Dia

Campello diz que tudo não passa de tentativa de virada de mesa
Campello diz que tudo não passa de tentativa de virada de mesa -
Rio - Na noite da última segunda-feira, os rumores de que o Vasco poderia ser punido pelo STJD pela escalação de Clayton sugiram nas redes sociais e na mídia esportiva. Em entrevista ao site "globoesporte.com", o presidente do clube carioca, Alexandre Campello se disse seguro em relação ao caso e disse que o Cruzmaltino não deverá ser penalizado.
“Do ponto de vista jurídico, nós não temos a menor dúvida de que não existe qualquer irregularidade. Isso me parece muito mais uma tentativa de virada de mesa de quem corre o risco de cair. E virada de mesa é algo que não cabe mais nos dias de hoje. Além do que, o Vasco não é a Portuguesa”, afirmou.
Nesta temporada, Clayton já defendeu Bahia e Atlético-MG, além do Vasco. O Regulamento Geral de Competições (RGC) da CBF veta que um mesmo atleta atue por três clubes diferentes em um mesmo ano. No Brasileiro, contudo, Clayton só entrou em campo por Bahia e Vasco. No Atlético, foi relacionado em dois jogos, mas não entrou em campo.

A dúvida seria se o fato de Clayton ter ficado no banco pelo Atlético-MG nos jogos contra Athletico-PR, na 15ª rodada, e Bahia, na 16ª, configura “atuação”. Pelo Bahia, no Brasileiro, o atacante esteve em campo uma vez e, pelo Vasco, em mais sete jogos.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários