De volta após 'estágio' na Rússia, Lucas Santos busca afirmação no Vasco em 2020

Com o orçamento limitado e impedido de registrar reforços, clube inicia ano apostando na base de 2019

Por O Dia

Lucas Santos, à esquerda, volta com status de reforço em meio à dificuldade do Vasco em contratar
Lucas Santos, à esquerda, volta com status de reforço em meio à dificuldade do Vasco em contratar -
Rio - Em meio à dificuldade do Vasco no mercado da bola, Lucas Santos regressa à Colina com status de reforço caseiro após o empréstimo de seis meses para o CSKA, da Rússia. Destaque da equipe sub-20 vice-campeão da Copinha de 2019, o apoiador, de 20 anos, voltou confiante após o 'estágio' na Europa, e determinado a se firmar entre os profissionais. 
"A experiência que tive na Rússia foi superimportante, no meu amadurecimento no futebol profissional. Ano passado demorei um pouco a amadurecer. Por isso, surgiu essa oportunidade de ser emprestado ao CSKA. Fui lá, fiquei um tempo, morei sozinho... Isso me ajudou bastante para trazer um pouco também do futebol europeu para cá. Vai facilitar muito. Creio que esse ano vai ser diferente do ano passado", disse Lucas Santos.
Sob o comando do técnico Abel Braga, o apoiador, de 1,64m, terá a chance de provar a grandeza de seu futebol depois das raras oportunidades recebidas com Vanderlei Luxemburgo no comando. Além dele, Gabriel Pec, de 18 anos, e Linnick, de 20, também revelados na Colina, são as opções de Abelão para a armação. Dos jogadores que voltaram de empréstimo, o goleiro Jordi, que se destacou pelo CSA no Brasileiro, e Lucas Santos são os únicos nos planos.
"Quando voltei, no primeiro dia de treino, eu vi vários amigos meus do Sub-20 aqui. Fiquei muito feliz, porque ver jogadores da base, que brigaram com a gente desde cedo... Então, fico muito feliz e torço para que todos possam conseguir suas metas aqui no profissional
Com o orçamento limitado, o Vasco reduziu o elenco em 24 jogadores, entre emprestados, contratos não renovados ou dispensados. A necessidade de contratar é evidente, mas o orçamento limitado e as dívidas acumuladas têm atrasado o planejamento. O argentino Germán Cano, atacante que defendeu o Independiente Medellín-COL, foi o único reforço anunciado, porém, está impedido de ser registrado na CBF por conta de uma dívida do Vasco com o atacante Jorge Henrique, do Náutico.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários