Vasco empata com o Volta Redonda e segue sem vencer na Taça Rio

No Raulino Oliveira, goleiro Douglas Borges segura a pressão, enquanto trave salva Fernando Miguel

Por O Dia

Desengonçado, Marrony apanha da bola na disputa com o lateral Oliveira: o Vasco segue devendo
Desengonçado, Marrony apanha da bola na disputa com o lateral Oliveira: o Vasco segue devendo -
Volta Redonda, RJ - O Vasco segue sem vencer na Taça Rio. O empate com o Volta Redonda, em 0 a 0, neste domingo, no Raulino de Oliveira, acentuou mais uma vez carências e limitações que impedem a prometida evolução cruzmaltina. Com dois pontos, o Cruzmaltino vê a classificação para a semifinal ameaçada mais uma vez. Com quatro, o Voltaço já disputa uma das vagas e aumenta a pressão sobre Vasco.
Em casa, o Volta Redonda não disfarçou o 'apetite' pela ponta do Grupo B. Com intensidade, aproveitou a fragilidade do meio de campo cruzmaltino, desfalcado de Guarín, e assumiu as rédeas do jogo no Raulino de Oliveira.
Por duas vezes, a trave salvou Fernando Miguel nas finalizações de João Carlos e Bernardo, ex-Vasco. A cobrança de falta de Pedrinho foi outra chance de muito perigo. A lentidão e falta de criatividade na ligação com o ataque impediram o Vasco de responder à altura.
As jogadas individuais de Vinícius e Marrony pontuava as frustradas investidas de levar a equipe à frente e municiar o isolado Germán Cano. Em duas raras escapadas, Yago Pikachu conseguiu quebrar a marcação do Voltaço. Na primeira, o lateral-direito isolou a bola, enquanto obrigou Douglas Borges a espalmar para escanteio, após o bom passe de Raul.
Pouco, muito pouco para satisfazer o cada vez mais impaciente torcedor do Vasco. Abel Braga também não ficou nada maravilhado com o futebol apresentado e apostou em Juninho no lugar de Marcos Júnior para melhorar a transição e municiar o ataque. A mudança na movimentação de Vinícius e Marrony foi outra aposta para 'sair das cordas' e contra-atacar.
Faltava acertar o pé. De muito longe, Andrey quase surpreendeu Douglas Borges com o efeito da bola, mas ele fez grande defesa. Na sequência, Pikachu deixou Marrony cara a cara com o goleiro. Sem confiança no drible, foi desarmado e, no rebote, Daniel, em cima da linha, evitou o primeiro gol de Vinícius.
Abelão partiu para o 'tudo ou nada' com a entrada dos atacantes Tiago Reis e Ribamar no lugar de Raul e Vinícius, respectivamente. O Vasco mudança surtiu efeito no quesito pressão, mas deixou o Vasco exposto. Sem o fôlego do início do jogo, o Volta Redonda explorou o contra-ataque para buscar a vitória. No último suspiro, Cano, de fora da área, viu Douglas Borges espalmar a chance de mudar o resultado nos acréscimos.

Galeria de Fotos

Desengonçado, Marrony apanha da bola na disputa com o lateral Oliveira: o Vasco segue devendo Rafael Ribeiro / Vasco
O lateral Yago Pikachu (à esquerda) desperdiçou duas boas oportunidades para abrir o placar André Moreira / Volta Redonda

Comentários