Recuperado após testar positivo para o novo coronavírus, Leandro Castan é a novidade na zaga - Divulgação/Vasco
Recuperado após testar positivo para o novo coronavírus, Leandro Castan é a novidade na zagaDivulgação/Vasco
Por O Dia
Buenos Aires - A volta do capitão Leandro Castan não é a única novidade do Vasco para o primeiro confronto com o Defesa y Justicia, da Argentina, nesta quinta-feira, às 21h30, no Estádio Norberto Tomaghello, pelas oitavas de final da Sul-Americana. Na ausência de Benítez, mais um desfalque vítima do novo coronavírus, Yago Pikachu voltará a ser testado no meio de campo.
Na ausência de Ricardo Sá Pinto, diagnosticado com covid-19, o auxiliar técnico Alexandre Grasseli, ex-técnico da equipe sub-20, comandará o Cruzmaltino em Buenos Aires. Titular no empate com o São Paulo, no domingo, no Morumbi, Jadson, mais um testado positivamente, será substituído pelo zagueiro Leandro Castan
Publicidade
Nas últimas semanas, o Vasco acumula 14 casos da doença: Leandro Castan, Miranda, Fellipe Bastos, Carlinhos, Ribamar, Ulisses, Tiago Reis, Talles Magno, Benítez, Fernando Miguel, Werley, Jadson, Fintelman e, além de Sá Pinto.
Além de Castan, Carlinhos, recuperado, é opção no banco de reservas na Argentina.