À la Edmundo, Morato cai nas graças da torcida por bela exibição e comemoração em homenagem ao ídolo
À la Edmundo, Morato cai nas graças da torcida por bela exibição e comemoração em homenagem ao ídoloReprodução
Por O Dia
Rio - Foi como uma viagem no tempo. Saudoso, o torcedor do Vasco não comemorava uma vitória sobre o Flamengo desde abril de 2016. Dono da lendária camisa 10, Morato levou os vascaínos à loucura ao repetir a icônica comemoração de Edmundo, um dos maiores ídolos da história do Vasco e antigo dono do número usado pelo novo reforço. A dança de Morato foi uma homenagem à comemoração do Animal em outro chocolate aplicado sobre o maior rival: 4 a 1.
A histórica goleada aconteceu no Campeonato Brasileiro de 1997, vencido pelo Vasco, com direito a quebra de recorde de gols de Edmundo, na época: 29 no total, superando Reinaldo, do Atlético-MG, com 28. Morato começou a escrever sua história no Clássico dos Milhões com o pé direito. E não escondeu a felicidade. Filipe Luís foi o Júnior Baiano da vez, marcador de Edmundo no confronto de 1997. Com o Vasco em reconstrução após a queda para a Série B do Brasileiro, Morato aproveitou o expressivo resultado para pedir uma voto de confiança ao torcedor.
Publicidade
"Feliz pelo gol, pela vitória. É um resultado que o torcedor vascaíno com certeza está vibrando, mas quero pedir calma. Peço que o torcedor vascaíno nos dê um pouco mais de espaço e confiança. Essa galera que está no clube vai reverter essa situação", disse Morato, em entrevista ao fim do jogo.
Com aplicação tática e muita garra, o Vasco fez a sua melhor apresentação em 2021 e superou o favorito Flamengo. Com o resultado, encerrou um jejum que durara desde 2016 ou 17 clássicos.
Publicidade
"Se eles são o melhor time ou não, é clássico né? Tabu tá aí pra ser quebrado", disse Morato.