Por fabio.klotz

Rio - A eleição do Vasco teve o primeiro momento de tensão e de tumulto, nesta terça-feira, em São Januário. A confusão aconteceu no momento em que o candidato Júlio Brant entrava no clube para votar. Cabos eleitorais se desentenderam e o clima esquentou, num princípio de empurra-empurra. O pleito, agora, transcorre com tranquilidade.

A votação em São Januário começou por volta de 9h15, com 15 minutos de atraso. O pleito acontece até as 22h. Eurico Miranda, Júlio Brant e Roberto Monteiro disputam a presidência do Vasco para o triênio 2015/2016/2017.

O processo eleitoral do Vasco, que deveria ter ocorrido em agosto, é indireto e foi marcado por polêmica, rivalidade entre os candidatos e brigas e confusões entre torcedores. Os sócios vão escolher a chapa que terá direito a 120 vagas no Conselho Deliberativo, que, por sua vez, indicará o presidente e o vice. O segundo colocado escolherá 30 conselheiros. Somados aos 150 membros natos, a nova gestão do Vasco será proclamada apenas no dia 19, em sessão na sede náutica da Lagoa.

* Reportagem de Ulisses Valentim

Você pode gostar