Interdição Ponte do Baião: acesso pelo trevo de Glicério

A estrada estadual estará sinalizada quanto a interdição ao tráfego de veículos

Por O Dia

Segundo relatório técnico, a ponte do Baião sofreu arrasto dos pilares centrais, fato que provocou torção nas vigas longarinas e cisalhamento nos pilares
Segundo relatório técnico, a ponte do Baião sofreu arrasto dos pilares centrais, fato que provocou torção nas vigas longarinas e cisalhamento nos pilares -
Macaé - Desde quarta-feira (19), a ponte do Baião, que liga Bicuda a Rio Dourado, distrito de Casimiro de Abreu, está interditada pela Prefeitura de Macaé. Mesmo não se tratando de rodovia municipal, a Secretaria de Mobilidade Urbana atendeu o pedido da Secretaria de Infraestrutura e sinalizou a interdição nas entradas de Areia Branca e Rio Dourado.

Nesta rodovia não transita ônibus urbano e, como rota alternativa para acessar as Bicudas Grande e Pequena, é necessário seguir pelo trevo de Glicério, depois acessar trevo da Areia Branca e, posteriormente, as Bicudas.

A medida é preventiva e fundamentada em laudo técnico da secretaria Adjunta de Defesa Civil, que apontou que a ponte sofreu arrasto dos pilares centrais, o que provocou torção nas vigas longarinas e cisalhamento (deformação) dos pilares mais próximos do trevo (lado oposto à ETA CEDAE), e em três seções do tabuleiro.

Caso ocorram chuvas fortes, o trecho do Rio Macaé - onde está localizada a ponte - é passível de elevação de nível, por isso os reparos são necessários e, com eles, a interdição, que é uma ação conjunta das secretarias de Infraestrutura e Mobilidade Urbana, sob a supervisão da Defesa Civil.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários