Covid-19 em Macaé já causou seis óbitos e registra 54 casos confirmados - Ana Chaffin/Secom PMM
Covid-19 em Macaé já causou seis óbitos e registra 54 casos confirmadosAna Chaffin/Secom PMM
Por O Dia
Macaé - Todas as atividades laborais no município de Macaé, no âmbito público e privado, estão suspensas até 27 de abril, conforme o decreto municipal 55/2020. A medida visa combater a pandemia do coronavírus que, na cidade, já causou seis óbitos e registra 54 casos confirmados. No entanto, para suprir a necessidade básica da população, alguns estabelecimentos estão abertos.

O que funciona: hospitais e clínicas, farmácias, supermercados e mercados, postos de combustíveis, padarias, petshops, Mercado de Peixes e bancas de jornais e revistas nos horários determinados pelos estabelecimentos.

O que funciona em horário reduzido: clínicas, consultórios e laboratórios, para atendimentos eletivos, de 7h às 13h e lojas de materiais de construção, entre 13h e 18h.

É obrigatório a partir de segunda-feira (20) o uso de equipamentos de proteção individual para quem está trabalhando nos locais abertos, segundo o decreto 51/2020. Os trabalhadores deverão usar máscara de proteção individual não hospitalar ou cirúrgica. O material deve ser produzido em conformidade com o que estabelece a Nota Informativa 3/2020 do Ministério da Saúde.

Segundo o Ministério da Saúde, pesquisas apontam que o uso de máscaras caseiras impede a disseminação de gotículas expelidas do nariz ou da boca, garantindo uma barreira física.

Além do Hospital Público Municipal, a prefeitura mantém em funcionamento os pronto-socorros e Unidades de Pronto Atendimento. Vítimas de violência doméstica continuam recebendo assistência por meio do número de telefone e WhatsApp (22) 99817-0976, inclusive com ligações a cobrar, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Já a farmácia do Programa DST/Aids está funcionando de segunda a sexta-feira, de 8h às 12h para a retirada de medicamentos, na Rua Alfredo Backer 182 (Rua do Corpo de Bombeiros). Qualquer dúvida o cidadão pode ligar para o telefone (22) 2796-1704.