Prefeitura adia liberação de novas atividades comerciais em Macaé

Município possui 66% dos seus leitos da Terapia Intensiva (UTI) do Sistema Único de Saúde (SUS) ocupados de casos do Covid-19

Por José Eduardo Vieira

Prefeito Dr. Aluízio dos Santos durante a coletiva de imprensa por videoconferência nesta sexta-feira (29)
Prefeito Dr. Aluízio dos Santos durante a coletiva de imprensa por videoconferência nesta sexta-feira (29) -
Macaé - “Não haverá flexibilização do comércio por hora”. Foi com estas palavras que o prefeito de Macaé, Dr. Aluízio dos Santos, iniciou a coletiva de imprensa, por videoconferência, realizada no começo da tarde de sexta-feira (29). Ele explicou que a liberação de atividades comerciais na cidade será adiada em virtude da evolução de casos graves do coronavírus.

Apenas em dois dias, 17 pacientes foram internados nos leitos do Centro de Terapia Intensiva (CTI) reservados aos pacientes do Covid-19, o que eleva para 66% a taxa de ocupação do Sistema Único de Saúde (SUS). Macaé tem hoje 799 casos de coronavírus confirmados, sendo 353 pacientes recuperados e 27 óbitos por Covid-19.

No entanto, o Plano de Flexibilização do Comércio discutido com a Associação Comercial e Industrial de Macaé (ACIM) e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) será rediscutido na próxima quarta-feira (3 de junho) com o Ministério Público Estadual (MPE).

“Chegamos numa situação crítica da doença na cidade. Não temos condições de colocar o Plano de Flexibilização em prática neste momento. Ele está pronto, foi amplamente discutido com as instituições comerciais e o MP, mas o panorama do coronavírus muda a todo momento. Enquanto tivermos de 60 a 70% dos leitos ocupados não vamos tomar nenhuma medida de flexibilização. Seria um grande equívoco divulgar este plano neste momento. Sabemos da necessidade econômica, mas a saúde da população vem em primeiro lugar”, afirmou o prefeito.

Dr. Aluízio anunciou que o novos decretos deixarão de ser publicados a cada 15 dias e passarão a ser divulgados semanalmente.






Comentários