Macaé tem a melhor escola da rede pública municipal do Brasil

Colégio de Aplicação (CAp), da Prefeitura de Macaé, chegou a este posto considerando a média da nota de redação, conforme resultado do Enem de 2019

Por O Dia

O Colégio de Aplicação (CAp) passou a funcionar este ano na Cidade Universitária, em Macaé
O Colégio de Aplicação (CAp) passou a funcionar este ano na Cidade Universitária, em Macaé -
Macaé - Com apenas 10 anos de criação, o Colégio de Aplicação (CAp), da Prefeitura de Macaé, é a melhor escola da rede pública municipal do Brasil, considerando a média da nota de redação, conforme resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019, divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), do Ministério da Educação (MEC), na última sexta-feira (26). Incluindo dados das unidades particulares, o CAp-Macaé ocupa a terceira posição geral no município e melhor resultado de uma escola pública de Macaé.
Sem contar a nota de redação, o CAp é a segunda melhor escola pública municipal de Ensino Médio do país. As informações foram passadas pela diretora do CAp, Wanessa Leal, conforme a tabela dos resultados, com base nos microdados apresentados pelo Inep. O ótimo desempenho do CAp está disponível no site: www.inep.gov.br.

O Colégio de Aplicação sempre é destaque nos resultados do Enem e, todos os anos, seus alunos despontam aprovados em universidades públicas e privadas de várias partes do país pelo Enem e vestibulares particulares e também para universidades do exterior.

“Diante dos muitos desafios atuais, caminhamos acreditando na educação pública, por isso não deixamos de oferecer aos estudantes do CAp conhecimentos que os fazem chegar aonde quiserem. Exemplo disso é o resultado do Enem de 2019 em que, mais uma vez, o Colégio de Aplicação de Macaé é destaque”, disse a diretora. Ela parabenizou os professores pelo excelente trabalho e os alunos que “fazem sempre o seu melhor”.

O CAp é vinculado à Secretaria Municipal de Educação e, atualmente, tem 235 alunos matriculados nas três séries do Ensino Médio em horário integral. O colégio passou a funcionar este ano na Cidade Universitária, onde ocupa o terceiro andar do Bloco A, em parceria com a Faculdade Municipal Miguel Ângelo da Silva Santos (FeMASS), mantida pela Secretaria Municipal Adjunta de Ensino Superior.

As aulas presenciais estão suspensas por conta da pandemia e, neste período, os alunos estão recebendo o conteúdo virtual elaborado pela equipe docente e gestora da unidade escolar.

Comentários