O mutirão em Itaipuaçu foi um sucesso - Foto: Divulgação
O mutirão em Itaipuaçu foi um sucessoFoto: Divulgação
Por O Dia
Maricá - No segundo dia do mutirão que está levando diversos serviços de manutenção e infraestrutura ao distrito de Itaipuaçu, as equipes se concentraram na área do loteamento Jardim Atlântico Leste. A principal intervenção realizada foi a pavimentação da Avenida Allan Bueno Guapyassu de Sá (antiga Avenida Litorânea), no trecho próximo à Rua Professor Cardoso de Menezes (antiga Rua Um).

Outros sete pontos receberam intervenções da Prefeitura de Maricá nesta terça-feira (02/02), como as vias no entorno da Avenida Itaipuaçu (antiga Rua 90), próximo à chamada Praça dos Clubes: ali, foi feita a preparação do solo para asfaltamento, com instalação de peças de meio-fio em ambos os lados da praça. A ação agradou a quem vive e trabalha na localidade.

“Isso é bom para nós em vários sentidos: os clientes chegam com mais facilidade, posso receber melhor as pessoas em minha casa e também os imóveis ficam mais valorizados. Fico satisfeito de ver”, garantiu Antônio Duarte, de 71 anos, que observava o trabalho realizado na Avenida Itaipuaçu, onde mora há cerca de 30 anos e também é dono de um horto no local.

Frequentador da orla de Itaipuaçu desde que se mudou para o bairro, há cerca de oito anos, o marítimo Davi Barreto, 40 anos aponta a região como um dos lugares mais bonitos que conheceu em todo o mundo, e disse que as obras só a valorizam. “Desde que cheguei aqui para morar vi muitas mudanças, sendo o asfalto a mais importante delas, como aqui na orla. Essa área tem grande potencial turístico e quem chega quer ver uma boa estrutura”, apontou ele.

O mutirão começou na segunda-feira (01/02) e envolve cerca de 1.500 trabalhadores, mais de 50 caminhões e 20 escavadeiras, que vão atuar na região por cerca de 15 dias, realizando serviços de capina, troca de iluminação, asfaltamento, drenagem, instalação de meio-fio e sinalização de ruas. De acordo com a Autarquia de Serviços de Obras de Maricá (Somar), ações semelhantes serão levadas nos próximos meses a outros bairros, como Inoã e São José de Imbassaí.