Niterói cancela réveillon na praia e antecipa iluminação natalina pra outubro

Prefeito diz que decisão se baseia no fato de até dezembro possivelmente não haver ainda a vacina anti-covid

Por O Dia

Em vez do show da virada na praia, haverá atividades virtuais, cuja programação pelas redes sociais da Prefeitura serão divulgadas mais adiante
Em vez do show da virada na praia, haverá atividades virtuais, cuja programação pelas redes sociais da Prefeitura serão divulgadas mais adiante -
NITERÓI - As festas de fim de ano na cidade serão diferentes para se adaptarem ao novo normal provocado pela pandemia do novo coronavírus. Niterói não contará este ano com o tradicional réveillon de Icaraí com shows na praia. Em vez disso, haverá atividades virtuais, cuja programação pelas redes sociais da Prefeitura serão divulgadas mais adiante. Já a iluminação natalina começará mais cedo: a partir do fim de outubro.
“Esta foi uma decisão conjunta do comitê científico e do gabinete de crise, já que até dezembro não teremos ainda a vacina para imunizar a população", explicou o prefeito Rodrigo Neves. "Vamos antecipar em um mês a iluminação de Natal, com o objetivo de criar um clima positivo, e sobretudo, incentivando um ambiente de solidariedade e, também, impulsionando o comércio local. Agradeço a atitude cívica das pessoas em cumprir os protocolos de segurança, mas é fundamental que a gente continue perseverando com o uso de máscara, a higiene reforçada das mãos, a esterilização com álcool, a limpeza de nossas casas, até que essa vacina chegue”.
Horário ampliado para lanchonetes – O prefeito informou ainda que o gabinete de crise decidiu ampliar o horário de funcionamento das lanchonetes em Niterói, que agora podem ficar abertas até 22h. Anteriormente, esses estabelecimentos estavam autorizados a abrir entre 7h e 20h - horário que continua vigorando para as cafeterias. Os estabelecimentos devem cumprir todos os protocolos de higiene e distanciamento social determinados pela Prefeitura. “Autorizamos essa extensão por uma necessidade operacional deste segmento do comércio”, disse Rodrigo Neves.

Comentários