Por bianca.lobianco

Rio - A vereadora Tânia Bastos (PRB) subiu à tribuna da Câmara dos Vereadores do Rio, na tarde desta quarta-feira, para se retratar e pedir desculpas pela declaração do político Sebastião Ferraz (PMDB), que disse na tarde de terça-feira que cidadão comum " bebe, fuma, cheira, bate na mulher e tem três mulheres", ao enfatizar que motoristas de ônibus precisam de auxílio psicológico.

"Foi uma declaração muito infeliz da parte do vereador. Liguei para ele hoje e ele me pediu para pedir desculpas em seu nome. Se retratou", disse Tânia Bastos, presidente da Comissão de Defesa das Mulheres da casa.

Em nota, o vereador também se pronunciou, na tarde desta quarta-feira, sobre o ocorrido."Em nenhum momento foi denegrir a imagem da categoria, ao contrário, foi servir de alerta às empresas de ônibus sobre as necessidades do profissional que merece cada vez mais a atenção e avaliação para desempenhar suas atividades e atender bem à sociedade", explica a nota.

O vereador afirma que é contra a qualquer tipo de violência e que não faz apologia ao uso de substâncias ilícitas.


Você pode gostar