Manifestantes se concentram em rua de Cabral

Ato pede a saída do governador. Policiais repetem estratégia e circulam no meio do protesto

Por thiago.antunes

Rio - Mais de 100 pessoas estão concentradas na Rua Aristides Espínola, esquina com a Delfim Moreira, no Leblon, Zona Sul do Rio, onde mora o governador Sérgio Cabral, na noite deste domingo. Os manifestantes pedem a saída de Cabral do governo, a desmilitarização da PM, o fim da privatização no Maracanã, entre outras demandas.

Cerca de 40 policiais militares bloquearam a via e, repetindo a estratégia das manifestações recentes, estão no meio dos ativistas, sendo identificados por letras e números nos coletes e bonés. Neste momento, não há registro de tumulto no local. Os manifestantes gritam palavras de ordem como "Cadê o Amarildo?", em referência ao pedreiro Amarildo de Souza, desaparecido aos ser levado por PMs até a base da UPP da Rocinha.

Por conta do bloqueio, os carros estão sendo desviados para a Rua Visconde de Albuquerque. Há retenção apenas no trecho.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia