Trio acusado de atacar UPP é preso no Alemão

Na ocasião, três PMs e um jovem de 12 anos ficaram feridos na Favela Nova Brasília. Eles também são suspeitos de atacar sede do AfroReggae

Por O Dia

Rio - Três acusados de participar de ataque à sede da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) na Favela Nova Brasília, no Complexo do Alemão, foram presos nesta segunda-feira por agentes da 22ª DP (Penha). O trio ainda é suspeito de participar de ataque à sede do AfroReggae, na Vila Cruzeiro, no início do mês.

Trio foi preso no AlemãoEstefan Radovicz / Agência O Dia

Segundo o delegado Reginaldo Guilherme, titular da distrital, José Carlos Gomes de Oliveira, de 27 anos, o Camelô, David Felipe Ramos, 23, o Falcao, e Alan da Silva Morais, 21, o Alanzinho, são moradores do Complexo do Alemão. No ataque à UPP, no último dia 21, três PMs e um jovem de 12 anos ficaram feridos.

De acordo com o major Márcio Rodrigues Ferreira dos Santos, comandante da UPP Nova Brasília, os três são envolvidos com tráfico de drogas na região. "Eles sempre tentam instalar boca de fumo em novos pontos", disse. José Júnior, coordenador do AfroReggae, é aguardado na delegacia com outros integrantes do grupo tentar reconhecer os acusados.




Últimas de Rio De Janeiro