Manifestação de moradores fecha a Rua Cândido Benício

Moradores protestavam contra morte de dois homens. Um ônibus foi incendiado e equipamentos da Transcarioca destruídos

Por O Dia

Rio - Uma manifestação de moradores fechou por quase quatro horas na manhã desta terça-feira a Rua Cândido Benício, na altura do Tanque, na Zona Oeste. Um ônibus, máquinas e materiais da obra da Transcarioca e um banheiro químico foram incendiados. O Batalhão de Choque foi acionado para conter a multidão.

O ato era realizado por moradores do Morro do Bateau Mouche, que protestavam contra a morte de dois homens que, segundo a PM, atiraram contra eles durante a abordagem na Avenida dos Italianos, em Fazenda Botafogo. Houve perseguição até a Rua das Turquesas, em Rocha Miranda, onde os dois foram mortos.

Ônibus incendiado em manifestação na comunidade Bateau MoucheAlessandro Costa/ Agência O Dia

De acordo com a polícia, a dupla é suspeita de roubos junto com mais dois homens, todos em duas motos. Já moradores negam e dizem que eles eram trabalhadores. Além dos mortos, um outro homem ficou ferido, socorrido ao Hospital Carlos Chagas,e Marechal Hermes, e um quatro suspeito teria fugido.

Uma vítima registrou nesta madrugada o furto de um cordão de prata e de R$ 980 em espécie na 40ª DP, que foram recuperados com os suspeitos. A PM apreendeu ainda uma pistola calibre 7.65 e as duas motos utilizadas na ação. A ocorrência foi registrada na 29ª DP.

Bombeiros foram acionados para controlar incêndio em ônibus e em barricadas na viaSeguidor %40johnw1973

O ônibus foi queimado na altura da futura estação do BRT Transcarioca. Bombeiros apagaram o incêndio no veículo. Uma máquina da obra do BRT também foi incendiada e um PM tentou apagar o fogo com um extintor. Materiais da obras foram usados como barricadas e a parte do que construído está sendo depredado. O 9 BPM (Rocha Miranda) e o Choque permanecem no local e tentam conter os manifestantes. Não há informações sobre prisões ou feridos.

A Rua Cândido Benício, já diariamente castigada pelas obras do corredor expresso, estava com o trânsito interditado nos dois sentidos na altura do Mato Alto. No sentido Campinho, o desvio era pela Avenida Nelson Cardoso e Rua Lívio Barreiro. No sentido Tanque, o desvio acontecia pela Rua Florianópolis. Motoristas encontraravam congestionamento na região e ônibus não chegavam aos pontos, causando superlotação.

Últimas de Rio De Janeiro