Por thiago.antunes

Rio - O deputado estadual Comte Bittencourt (PPS) se absteve de votar na sessão que aprovou o projeto de lei do parlamentar Xandrinho (PV) que obriga todas as escolas do estado — tanto as da rede pública quanto as da privada — a reservar duas vagas por sala para alunos com autismo. A proposta, inclusive, já foi aprovada pelo governador Sérgio Cabral (PMDB).  “Sou a favor de escolas inclusivas para todos e contrário a qualquer tipo de reserva de vagas”, explicou Comte.

Folha terceirizada

A Prefeitura do Rio abriu licitação para contratar empresa que ficará encarregada do pagamento de fornecedores e prestadores de serviços. Para isso, pretende gastar, acredite, R$ 10,2 milhões.

Samba atravessado

O Carnaval de 2015 do bloco Unidos de Nova Brasília será bem mais modesto. A agremiação não apresentou prestação de contas referente aos R$ 48 mil de subvenção que recebeu, em 2011, da Prefeitura de Campos. O Tribunal de Contas do Estado não gostou e determinou que o grupo pague multa de R$ 57.100,01.

Pontos cegos

O presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara Municipal, Marcelo Queiroz, quer que operadoras de telefonia móvel encontrem uma solução para os pontos cegos de sinal na cidade. O assunto será o primeiro a ser discutido durante os trabalhos.

Feirinha preservada

A Câmara Municipal derrubou veto do prefeito Eduardo Paes a projeto de lei que tomba a feirinha noturna de Copacabana, na Avenida Atlântica, como bem de natureza imaterial da cidade do Rio. A proposta é do vereador Reimont (PT).

Fernando Molica está de férias

Você pode gostar