PM é morto em perseguição a suspeitos em Magalhães Bastos

Sargento do 14º BPM (Bangu) foi atingido no tórax. Segundo colegas, disparo foi feito por traficantes da Favela Curral das Éguas

Por marcello.victor

Rio - O sargento Maurício Pedro da Silva, de 44 anos, do 14º BPM (Bangu), morreu após ser baleado durante uma perseguição em Magalhães Bastos, na Zona Oeste, na madrugada deste sábado.

De acordo com o batalhão, a equipe do Grupamento de Ações Táticas (GAT) desconfiou de dois suspeitos em uma moto e perseguiu o veículo pela Estrada General Canrobert da Costa. Na altura da Rua Pinto da Fonseca, acesso à Favela Curral das Éguas, traficantes dispararam contra a viatura. O PM foi baleado no tórax.

Socorrido no Hospital Estadual Albert Schweitzer, em Realengo, ele não resistiu ao ferimento. A dupla de suspeitos conseguiu fugir. PMs fazem buscas na comunidade e na região para tentar capturar os criminosos.

O caso está sendo registrado na 33ª DP (Realengo).

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia