Em plena campanha, Cesar Maia dá um tempo para fazer as unhas

Candidato ao Senado alegou que o sapato estava apertado e as unhas do pé grandes

Por thiago.antunes

Rio - Em meio à disputa acirrada por uma vaga no Senado, o vereador Cesar Maia, do DEM, voltou a produzir factoides, como ficaram conhecidas suas ‘gafes planejadas’, na época em que foi prefeito do Rio. Desta vez, em panfletagem na Zona Oeste, Maia não pestanejou ao passar por um salão de beleza em Campo Grande, na terça-feira, e aproveitou para espichar as pernas e caprichar no cuidado dos pés. Tudo, é claro, prontamente fotografado e divulgado por assessores.

Conhecido pelos factoides%2C Maia já pediu sorvete em açougue e foi de jaqueta para praia sob sol forteDivulgação

“Estava com sapato apertado e com as unhas grandes, me machucando. Foi uma necessidade, e fui a uma excelente pedicure. Saí aliviado”, justificou o candidato. Na primeira vez em que foi prefeito do Rio, entre 1993 e 1996, Maia entrou para o folclore da política ao entrar num açougue e pedir um sorvete. Constrangido com o pedido, o açougueiro do local teve de admitir que não trabalhava com o produto.

O histórico de Maia com atitudes pouco usuais é grande. Ele já foi à praia de jaqueta, varreu sambando a pista do Sambódromo e resolveu esticar o horário de verão no Rio. As ações contribuíram para que sua sanidade fosse questionada, mas também lhe garantiram popularidade. Se os factoides vão voltar nesta corrida ao Senado, Cesar Maia desconversa. “É só coincidência.”

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia