Procon autua 11 açougues e descarta 570kg de carnes impróprias

Operação encontra problemas de higiene e manutenção em estabelecimentos no Rio e Niterói

Por thiago.antunes

Rio - A Secretaria de Estado de Proteção e Defesa do Consumidor (Seprocon), por meio do Procon Estadual, realizou nesta quinta-feira a Operação Vaca Atolada, com o objetivo é vistoriar açougues. Foram fiscalizados 13 estabelecimentos localizados no Centro e Zonas Norte e Oeste do Rio de Janeiro e em Niterói. De todos os problemas encontrados, o que mais chamou a atenção dos fiscais foi venda de carne previamente moída, o que é proibido no Rio de Janeiro pelo Decreto Estadual 6538/83. Do total de 569kg e 49g de produtos impróprios para o consumo que foram inutilizados pela fiscalização, 399kg e 566g eram de carne moída. Em apenas dois açougues os agentes não encontraram irregularidades. Todos os outros foram autuados e serão multados.

Entre os açougues irregulares, o que mais apresentou problemas segundo os fiscais foi o Bom Boi, do Mercadão de Madureira. No local, a fiscalização descartou 236kg de carne moída, 4kg e 500kg de alcatra vencida, além de 7kg de frango assado, 3kg de linguiça e 6kg de pedaços de carne sem especificação da data de validade. Também havia ossos, sebos e resíduos de carne armazenados junto às carnes na câmara fria. Os fiscais encontraram carnes bovinas e de frango, além de bebidas, armazenados em contato direto com o piso do estabelecimento. Devido às péssimas condições sanitárias da cozinha, os fiscais deram o prazo de 20 dias para o açougue sanar as irregularidades. Caso isso não ocorra, será interditado.

Agentes descartaram carnes imprópriasDivulgação

Em Niterói, vários estabelecimentos foram notificados devido à falta de higiene e de conservação de equipamentos. Duas filias da rede Texas House, ambas no Centro do município, acabaram sendo autuados devido às condições de higiene. Uma delas precisa de conserto no teto e outra tem problemas no armazenamento de produtos. Ambas receberam um prazo de 20 dias para sanar as irregularidades e evitar que sejam interditadas. Outro estabelecimento em Niterói – O Rei do Porco, também no Centro – teve sua câmara fria interditada por estar com rachaduras, mofo e sem material impermeável. A câmara só poderá voltar a ser utilizada após estes problemas serem resolvidos.

No balanço geral, além da carne previamente moída encontrada, os fiscais descartaram 148kg e 736g de produtos sem especificação da data de validade; 42kg e 613g de produtos que estavam em contato direto com o chão; 46kg e 100g de produtos vencidos; e 500g de produtos que se encontravam com a embalagem violada.

Os estabelecimentos que foram vistoriados haviam sido alvo de denúncias feitas por consumidores através do Disque Procon (151) e dos aplicativos digitais da autarquia – Meu Procon-RJ (www.meuprocon.rj.gov.br) e Procon Online (www.procononline.rj.gov.br).

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia