Agentes prendem chefe do tráfico no Itanhangá em shopping

Ele negociava compra de drogas no local

Por thiago.antunes

Rio - Policiais da 39ª DP (Pavuna) prenderam, na noite desta segunda-feira, um homem acusado de ser o chefe do tráfico de drogas do Morro do Banco, no Itanhangá, na Zona Oeste do Rio. Wilson Michael Costa Soares, conhecido como Gordão da VK, de 49 anos, foi surpreendido no estacionamento do Shopping Via Brasil, em Irajá, na Zona Norte da cidade. Contra ele havia três mandados de prisão: tráfico de drogas, roubo e receptação. Dois suspeitos de integrar o tráfico de drogas no Morro da Mangueira, na Zona Norte, também foram detidos. Drogas foram apreendidas.

O Morro do Banco está no Centro da crônica policial desde a semana passada. Três policiais da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), tropa de elite da Polícia Civil, são suspeitos de assassinar um morador da comunidade durante uma operação em maior desta ano. A vítima estaria rendida e ajoelhada quando teria sido executada pelos agentes.

Os agentes da 39ª DP investigavam Gordão da VK há pelo menos quatro meses por envolvimento com traficantes do Morro do Chapadão, em Costa Barros, na Zona Norte. A prisão ocorreu no momento em que ele e Pedro Henrique Veloso Luiz estariam negociando a venda de uma carga de drogas. Foram apreendidos dez tabletes de maconha e um documento de identificação falso. Eles não reagiram.

Um outro homem que também foi detido. Ele seria mototaxista no Morro da Mangueira e foi ouvido como testemunha. O jovem teria apenas transportado Pedro Henrique até o encontro com Gordão no shopping, não tendo inicialmente envolvimento comprovado com o crime. Ele não tem antecedentes criminais.

Ainda de acordo com informações da polícia, Gordão da VK foi colocado à frente do tráfico de drogas no Morro do Banco por Luiz Cláudio Machado, o Marreta, um dos chefões da facção criminosa Comando Vermelho. Os presos serão apresentados nesta quarta-feira, na Cidade da Polícia, para onde fserão levados.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia