PMs envolvidos em denúncia de estupro no Jacarezinho podem ser expulsos

Comando informou que policiais foram encaminhados à delegacia para reconhecimento por parte das vítimas

Por thiago.antunes

Rio - Os PMs envolvidos na denúncia de estupro de três jovens na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Jacarezinho podem ser expulsos da corporação. A informação foi confirmada pela assessoria da Polícia Militar na tarde desta terça-feira. Em nota, o comandante da UPP Jacarezinho, major Renato Senna determinou que todos os policiais permanecessem na base, mesmo aqueles que já haviam cumprido seu horário de serviço. Os policiais foram encaminhados à 25ª DP (Engenho Novo) para reconhecimento por parte das vítimas.

PMs acusados comparecem à 25ª DP para reconhecimentoFernando Souza / Agência O Dia

O documento prossegue informando que "as medidas adotadas serão rigorosas, incluindo prisão e possível expulsão. O comando da PM lamenta o episódio e repudia este crime bárbaro, ressaltando que em nada condiz com o comportamento que se espera de um policial". As vítimas foram encaminhadas para exame de corpo de delito e o delegado titular da 25ªDP, Niandro Ferreira está aguardando, os resultados dos laudos da perícia.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia