Ex-vereador e ex-secretário de Niterói preso deixa clínica particular

MP considerou caso 'privilégio inaceitável'

Por thiago.antunes

Rio - Ex-vereador e ex-secretário de Segurança e Defesa Civil de Niterói, Marival Gomes da Silva, preso no dia 7, está internado no Hospital Salgado Filho, no Méier. Ele foi levado pela Polícia Civil, na semana passada, para um hospital particular longe do sistema penitenciário, conforme a coluna ‘Justiça & Cidadania’ publicou nesta terça-feira. Ao descobrir o caso, o promotor Leandro Silva Navega, do Ministério Público, enviou ofício à Divisão de Homicídios de Niterói pedindo explicações sobre o que considerou ‘privilégio inaceitável’.

Segundo o promotor, a delegacia esclareceu que Marival foi encaminhado a uma unidade de saúde particular em Niterói após ser informada que o Hospital Municipal Carlos Tortelly, em Niterói, para onde havia sido encaminhado antes, não possuía equipamento necessário para tratar de sua doença. Ele sofre de hipertensão e diabetes, e havia passado mal com cardiopatia grave. Após o ofício enviado pela promotoria, Marival foi encaminhado com escolta para o Salgado Filho, no Méier, onde permanece internado. Não foi informada previsão para que o detento siga para uma unidade prisional.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia