Polícia identifica homem que assaltou carnavalesco Cahê Rodrigues

Marcelo Júnior da Cunha, de 19 anos, já teve sua prisão decretada pela Justiça

Por paulo.gomes

Segundo os policiais%2C Marcelo Júnior da Cunha foi o homem que em outubro assaltou o carnavalesco da Imperatriz Leopoldinense%2C Cahê Rodrigues%2C perto da Cidade do SambaReprodução / TV Globo

Rio - A Polícia Civil já identificou o homem que assaltou o carnavalesco da Imperatriz Leopoldinense, Cahê Rodrigues, em outubro. Segundo investigações, Marcelo Júnior da Cunha, de 19 anos, foi a pessoa que rendeu Cahê perto a Cidade do Samba. Através de foto, o carnavalesco reconheceu o criminoso que teve a prisão decretada pela Justiça.

De acordo com Cláudio Vieira, delegado da 4ªDP (Praça da República), Marcelo Cunha tem um histórico de crimes desde a época em que era menor de idade. "Quando era adolescente ele foi apreendido por porte ilegal de arma de uso restrito. Foi apreendido por roubo e também por receptação. E agora na maior idade ele já responde praticamente pelos mesmos crimes. Ou seja, receptação e roubo a mão armada", disse ao Bom Dia Rio.

No dia 21 de outubro, por volta das 12h, Cahê Rodrigues foi rendido por Marcelo Cunha na Rua Barão da Gamboa, na Zona Portuária do Rio. O carnavalesco estava a bordo de seu carro quando o bandido o fez passar para o banco do carona e assumiu a direção. Como o veículo era hidramático, o criminoso bateu levemente em um ônibus.

Em seguida, o bandido obrigou o carnavalesco a tomar a direção novamente e seguiu mais 200 metros até a entrada da Cidade do Samba. Nervoso, Cahê acabou colidindo em dois carros estacionados e atropelando Anderson Tomás Paixão e Wellington Barbosa Sampaio.

Marcelo Cunha saiu do carro e rendeu um motoboy que estava chegando no local para prestar serviços. O homem foi obrigado a levar o criminoso até a Rodovia Washington Luiz, na altura de Duque de Caxias. O motoboy prestou depoimento na 4ªDP (Praça da República).

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia