Nova baldeação para embarque nos ônibus estoura tempo do Bilhete Único

Mudanças nos ônibus pesam no bolso do morador do Rio

Por felipe.martins , felipe.martins

Rio - Enquanto os cariocas tentam se adaptar aos novos itinerários dos ônibus, após a extinção de 11 linhas no sábado, começaram a aparecer os casos em que o maior transtorno não é ter que fazer baldeação, mas o prejuízo no bolso.  Foi o caso do vigilante Edson Francisco da Silva, 48, que levou mais de 2h30 (intervalo máximo para ter direito à segunda viagem gratuita com o Bilhete Único Carioca), na manhã de ontem, para sair de Copacabana e embarcar no BRT no Terminal Alvorada. “Estava muito engarrafado e não deu tempo para a integração.”

A professora Ingrid Pelegrini, 34, também gastou mais do que antes e ainda chegou atrasada no trabalho. “Esperei por quase meia hora a Integrada 2, em Copacabana, e o ônibus não parou no ponto. Para não me atrasar mais, tive que ir até a orla, usei outra linha, fiz baldeação no Largo da Barra para seguir ao Alvorada, peguei o BRT até o Mato Alto e, lá, embarquei em outro ônibus. Gastei uma passagem a mais.”

A Secretaria Municipal de Transportes informou que apenas a viagem da nova Linha Integrada 9 (Piabas x RioSul) pode ultrapassar o tempo do BUC e recomendou que os passageiros que precisarem seguir para o Centro troquem de ônibus no Shopping Fashion Mall, em São Conrado, em vez de fazê-lo no RioSul. O intervalo de integração no bilhete não será ampliado.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia