Paes: 'Sou Pedro Paulo até o fim'

Prefeito do Rio defende candidatura de seu secretário, acusado de agredir a ex-mulher

Por karilayn.areias

Rio - O prefeito Eduardo Paes voltou a afirmar seu apoio à candidatura do secretário de Coordenação de Governo, Pedro Paulo Carvalho, à Prefeitura do Rio no ano que vem. Pedro Paulo é acusado de ter agredido a ex-mulher Alexandra Mendes Marcondes com socos e pontapés em 2010, segundo relato feito por ela à polícia.

Para Paes, o secretário já prestou as explicações necessárias sobre o caso. “Deve ser muito difícil ter que fazer explicações de assuntos da vida particular de maneira pública, imagino a dificuldade dele de lidar com essa situação dessa maneira”, compadeceu-se o prefeito.

A declaração foi feita após a entrega, ontem, do prédio do Centro de Transmissão dos Jogos (IBC), na Barra, ao Comitê Organizador dos Jogos Rio 2016. O espaço receberá cerca de 70 emissoras de TV e de rádio que têm os direitos de transmissão durante as Olimpíadas. “Nós estamos apresentando para a cidade o melhor candidato, uma pessoa que coordenou tudo isso. Esse esquema de concessões de PPP (Parceria Público Privada) que o Brasil não aprendeu a fazer ainda. PPP, na prefeitura, quem fez foi o Pedro Paulo. O meu candidato é o secretário Pedro Paulo e vai permanecer meu candidato até o fim”, disse Paes.

Braço direito do prefeito, Pedro Paulo admitiu a agressão à ex-mulher ao jornal ‘Folha de S. Paulo’, mas afirmou se tratar de um “episódio já superado”. Presente no evento, ele não deu declarações. 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia