A uma semana do Dia da Bandeira, O DIA flagra símbolo nacional destruído

Especialistas consideram grave o descaso com a flâmula brasileira

Por O Dia

Rio - A sete dias da comemoração do Dia da Bandeira, a reportagem do DIA flagrou o maior símbolo nacional em péssimas condições em vários espaços públicos do Rio, entre eles a Praça da Bandeira, na Zona Norte, o Mirante do Pasmado, na Zona Sul, a Avenida Chile, no Centro.

Para Washington Nascimento, de 45 anos, gerente de um estabelecimento comercial no entorno da Praça da Bandeira, a falta de zelo com o maior símbolo nacional reflete o momento econômico do país e a desilusão da população. “As autoridades deveriam cuidar de nosso patrimônio, mas não cuidam”, reclama. “O brasileiro está muito descareditado, eu estou decepcionado com o país”, completou.

Avenida Chile%3A Bandeira rasgada entristece população e preoocupa analistas. Secretaria promte trocarSeverino Silva / Agência O Dia

A Secretaria de Conservação do Rio de Janeiro é responsável por bandeiras em 16 pontos da cidade. A Secreatria garante que a da Praça da Bandeira vai ser trocada nos próximos dias e que o mesmo vai ocorrer com a do Mirante do Pasmado. A manutenção é feita de quatro em quatro meses, segundo a Secretaria.Ela não informou o dia preciso em que trocará as bandeiras da cidade.

Especialistas ouvidos pelo DIA consideram grave o descaso com a flâmula brasileira. “A bandeira continua sendo um símbolo forte nacional, a população se sentindo representada ou não”, analisa Maria Aparecida Aquino, professora do departamento de História e Filosofia da Universidade de São Paulo, USP.

Paulo Baía, sociólogo da UFRJ, explica que a bandeira foi incorporada como elemento de carinho e afeto. “Ela foi popularizada, presente em momentos de alegria e afetividade, mas não apenas no futebol”, analisa Baía. “A autoestima do povo brasileiro aumentou de acordo com a democratização da bandeira”.

O cientista social explica que a população enxerga a bandeira com um símbolo de pertencimento à pátria e que o descaso com a bandeira é entendido como um descaso com o próprio cidadão. “A bandeira é sinônimo do Brasil", resumiu. “A falta de cuidado com a Bandeira reflete uma falta de cuidado com o país e reflete um momento nacional de desencanto”, conclui o professor.

Reportagem da estagiária Carolina Moura

Últimas de Rio De Janeiro