Homem é preso acusado de agredir e planejar morte da própria mulher

Na delegacia, vítima contou que suspeito bateu nela em festa de família. Ela foi encaminhada para exame de corpo de delito

Por gabriela.mattos

Rio - Policiais da Delegacia de Atendimento Especial à Mulher (Deam) de São João de Meriti prenderam nesta quarta-feira um homem acusado de agredir e planejar a morte da companheira. Contra Luiz Fábio da Silva Costa, de 33 anos, que rodou no Centro do município da Baixada Fluminense, havia um mandado de prisão por roubo. Ele participou de uma 'saidinha de banco' e foi condenado há oito anos de cadeia, mas após receber o benefício da Justiça com uma ano de pena, não voltou mais para a prisão.

Segundo agentes da especializada, a mulher de Luiz compareceu hoje pela manhã na delegacia. Ela contou que o companheiro, que trabalha como ambulante, bateu nela durante uma festa de família há uma semana. A vítima contou que o acusado tinha bebido e ficou nervoso quando ela começou a dançar. A companheira do acusado foi encaminhada para exame de corpo delito no IML.

Ainda em depoimento, a mulher contou que foi salva por familiares. Porém, Luiz, que tem uma cicatriz após levar um tiro de fuzil na barriga, a ameaçou de morte. "Ela nos contou que ele a ameaçou quando saiu da festa, dizendo que iria mata-lá", descreveu um agente da Deam de São João de Meriti. Luiz também vai ser alvo do inquérito de agressão e ameaça a companheira. Os policiais aguardam o resultado do exame.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia