Prefeitura de Nova Iguaçu segue cadastrando famílias atingidas por temporal

Até o fim da tarde de domingo, pelo menos 11 mil pessoas estavam cadastradas

Por O Dia

Continua o cadastramento dos moradores prejudicados pelo temporal de sexta-feira
Continua o cadastramento dos moradores prejudicados pelo temporal de sexta-feira -
Nova Iguaçu - Pouco mais de 36 horas após a tempestade que atingiu Nova Iguaçu, na noite de sexta-feira, dia 25, a Prefeitura do município segue cadastrando famílias que tiveram suas casas destruídas na chuva de granizo. O prefeito Rogerio Lisboa informou ainda que será decretada Situação de Emergência no município, não mais Calamidade Pública, como havia sido dito no sábado.

"Estivemos aqui já nas primeiras horas após o temporal e chegamos a pensar que o desastre havia sido maior e com possibilidade de vítimas fatais, mas felizmente isto não ocorreu. Sendo assim, este evento se enquadra melhor como Situação de Emergência", explicou o prefeito de Nova Iguaçu.

A Prefeitura de Nova Iguaçu criou sete pontos de apoio para cadastramento de famílias. Até o fim da tarde de domingo, pelo menos 11 mil pessoas estavam cadastradas. A Secretaria Municipal de Educação suspendeu a aula em nove escolas que foram destelhadas. Outras 17 escolas apresentaram problemas com o temporal, mas vão funcionar normalmente. As escolas fechadas vão oferecer café da manhã e almoço para os alunos.

Sábado, o governador do Estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, visitou a cidade acompanhado do prefeito Rogerio Lisboa. O prefeito e o governador do Rio circularam pelas ruas do Cacuia, um dos bairros mais castigados pelo temporal. No mesmo dia a Prefeitura já tinha disponibilizado lonas para cobrir casas.

Além do ponto de apoio do Cacuia, outros seis espaços foram disponibilizados para que a população pudesse buscar ajuda. Três deles já foram desativados por não haver mais procura e outros quatro seguem atendendo. Até a tarde de domingo, cerca de 11 mil pessoas já estavam cadastradas. No entanto, o prefeito de Nova Iguaçu acredita que o número de residências atingidas possa aumentar.

"Andando pelas ruas é possível ver que muitos ainda não foram aos pontos de apoio para fazer o cadastro. É importante que isto seja feito, pois é com base nestas informações que iremos pedir ao Estado e ao Governo Federal o reconhecimento da Situação de Emergência. A partir daí poderemos solicitar a desbloqueio do FGTS para as famílias atingidas. Muitas pessoas estão nos pedindo esta liberação, mas a decisão cabe ao presidente da República", adverte Rogerio Lisboa.

Confira os pontos de apoio que seguem em funcionamento

Igreja Universal - Estr. de Austin, 1070 – Tinguazinho (Em frente a Clínica da Família do Cacuia)
Igreja Ministério Cristo Chama -Rua Thomás Fonseca 1875 – Cerâmica
Escola Municipal Walfredo da Silva Lessa – Rua Jaguaré, sem número, Batuta
Galpão do Edmilson – Próximo do posto de saúde- Rua Ararapira, sem número, Rodilândia



Veja abaixo o que cada secretaria está fazendo

Assistência Social
Agentes da Secretaria de Assistência Social começam a distribuir nesta segunda-feira (28), telhas de amianto às famílias vítimas do temporal e que tiveram as casas danificadas pela chuva de granizo. Terão prioridades famílias com menor renda, e que tenham crianças, idosos ou pessoa com deficiência. Neste domingo (27) continua a distribuição de lonas.
A Assistência Social continua fazendo um levantamento nas residências para saber o que foi perdido pelos moradores, como roupas, alimentos, roupas de cama, entre outros.Foi estabelecido um ponto de arrecadação e doação na 1 Igreja Batista de Austin, que fica na Rua Felipe Salomão 371.

Educação
A Secretaria de Educação informou que das 26 escolas atingidas, 9 delas terão as aulas suspensas nesta segunda-feira (28). São elas: Escola Municipal Tabelião Murilo Costa (Cerâmica), Francisco de Oliveira (Marco II), Althair Pimenta de Moraes (Austin), Vila São Miguel (Austin), Doutor Odir Araújo (Rodilândia), Nena Rodrigues (Austin), Rui Barbosa (Austin), Walfredo da Silva Lessa (Austin) e Professor Márcio Caulino Soares (Austin).

Vale ressaltar que as aulas serão repostas. As escolas passarão por uma intervenção para reparos pela Secretaria de Infraestrutura. Mesmo com as unidades fechadas, haverá alimentação para os alunos em caso de vulnerabilidade.

Defesa Civil
A Secretaria de Defesa Civil segue fazendo vistorias em imóveis e distribuindo lonas plásticas.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Continua o cadastramento dos moradores prejudicados pelo temporal de sexta-feira Divulgação/PMNI
Prefeito Rogerio Lisboa e governador Witzel visitam casa de moradora atingida pelo temporal de granizo Divulgação
Moradores conversaram com o prefeito Lisboa e com servidores da Defesa Civil Divulgação/PMNI

Comentários