No alto, à esquerda Juninho Bernardes (PSC), Marcelo de Paula (Patriota) abaixo, Dr. Pedro Paulo (PRTB) no alto, à direita, Batata (DEM) e embaixo Kenny Nobre (PDT).  - Reprodução Internet
No alto, à esquerda Juninho Bernardes (PSC), Marcelo de Paula (Patriota) abaixo, Dr. Pedro Paulo (PRTB) no alto, à direita, Batata (DEM) e embaixo Kenny Nobre (PDT). Reprodução Internet
Por Aline Carius
Aos poucos o cenário político vai se desenhando e a cidade de Paty do Alferes já sabe, que para as eleições de 2020, pode escolher entre cinco candidatos à prefeitura.
Juninho Bernardes (PSC), tenta a reeleição ao lado do vice Arlindo Dentista (PSD) com a coligação PSC, PV, PSD, Avante, Solidariedade, PROS e Republicanos.
Publicidade
Lúcia de Fátima Fernandes, mais conhecida como Batata (DEM), que já foi prefeita de Paty do Alfares, vem com Adriana Português (PP) e conta com o apoio dos partidos do PRTB e PL.
Kenny Nobre (PDT) e Wandin Brum (Cidadania), também estão na disputa para governar à cidade, que tem aproximadamente 27.858 mil habitantes.
Publicidade
Dr. Pedro Paulo Oliveira (MDB), que escolheu Paty do Alferes para morar com sua família e o pastor Márcio da Poaia (MDB), desejam assumir a prefeitura a partir de janeiro de 2021. O partido DC está na coligação, formada por eles.
Marcelo de Paula da Silva (Patriota) e Marco Aurélio de Azevedo Goulart (Patriota), são outros dois nomes disponíveis, que a população pode votar em 15 de novembro.