A Assembleia vai discutir condições de trabalho e saúde necessárias para o restabelecimento das aulas presenciaisDivulgação

Por O Dia
Rio das Ostras - Professores que lecionam em unidades particulares de Macaé, Rio das Ostras, Casimiro de Abreu, Conceição de Macabu, Quissamã, Carapebus, Silva Jardim, e Rio Bonito vão se reunir virtualmente neste sábado, 13, às 10h. O Sindicato dos Professores de Macaé e Região é contra o retorno das aulas presenciais e vai decidir se vão fazer paralisação ou entrarão em greve. Na última assembleia os professores decidiram ficar em “estado de greve”.
A Assembleia Geral Extraordinária Virtual Unificada vai discutir também as seguintes pautas: Condições de trabalho e saúde necessárias para o restabelecimento das aulas presenciais; Campanha de Mobilização da Vacinação para toda população; e Deliberação sobre a conveniência de paralisação das atividades em defesa da saúde dos trabalhadores, da vida e emprego.
Publicidade
O evento virtual é uma organização do Sindicato dos Professores de Macaé e Região (Sinpro) e será realizada por meio do “Google Meet”. Podem participar docentes filiados ou não que dão aula para turmas da Educação Infantil à Superior e de cursos livres.
Para participar os professores devem se inscrever por meio do e-mail [email protected] A inscrição pode ser feita até sexta, dia 12,, às 18h, informando nome completo, instituição que trabalha, números da identidade e CPF, segmento em que trabalha e função.
Publicidade
Os inscritos receberão link pessoal e intransferível para participar da Assembleia Geral.
Pelo Decreto Municipal 0806/2021, que impõe regras de prevenção a contaminação do Coronavírus diante da Bandeira Laranja, as escolas particulares estão com as aulas presenciais suspensas até o dia 21 de março. Durante este período, uma comissão, que reúne representantes de várias instituições da sociedade civil e do Governo Municipal, junto com a Vigilância Sanitária, estão avaliando quais escolas estão cumprindo o plano de retomada e que obedecem rigorosamente todos os protocolos sanitários de prevenção à Covid-19.
Publicidade
No dia 22 de março, o Conselho Municipal de Educação vai emitir um parecer anunciando quais escolas particulares estarão aptas a retornar com as aulas presenciais.