Apenas Niterói reelegeu prefeito no segundo turno das eleições

Oposição vence no interior, Baixada e São Gonçalo. Lisboa ganha de Bournier em Nova Iguaçu e Rossi tira Bomtempo em Petrópolis

Por thiago.antunes

Rio - Além do Rio, outros sete municípios escolheram neste domingo seus prefeitos no segundo turno. Todos elegeram a oposição e dois candidatos à reeleição perderam. Na Baixada Fluminense, em Nova Iguaçu, o candidato Rogério Lisboa (PR) venceu com larga diferença o candidato do PMDB à reeleição, Nelson Bornier. Foram 63,91% dos votos para o candidato do PR contra 36,09% para Bornier. Única cidade da Região Serrana com segundo turno, Petrópolis elegeu Bernardo Rossi, do PMDB, com 52,65% dos votos contra 47,35% de Rubens Bomtempo (PSB), que é o atual prefeito.

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves (PV), foi o único candidato reeleito no segundo turno com 58,59% dos votos, em disputa acirrada. Ele disputou voto a voto com o candidato Felipe Peixoto, do PSB, que terminou com total de 41,41%. Foi a cidade com maior número de brancos e nulos: chegaram a 22,73%.

Rodrigo Neves%2C reeleito em Niterói%2C votou acompanhado da famíliaDivulgação

Também na Região Metropolitana, em São Gonçalo, o Dr. José Luiz Nanci (PPS) foi eleito com 53,63% dos votos contra 46,37% de Dejorge Patrício (PRB). Dr. José Luiz Nanci é oposição na cidade.

Já em Duque de Caxias, deu PMDB. O candidato Washington Reis venceu com 54,18% contra Dica, do PTN com 45,82%. Em Belford Roxo, Waguinho, também do PMDB, foi eleito com 56,99% dos votos, seu adversário, Dr. Deodalto (DEM), que teve 43,01%.

Em Volta Redonda, Sul Fluminense, onde 220 mil eleitores voltaram às urnas, Samuca Silva, do PV, venceu por 54,60% o adversário do PRB, Baltazar, com 45,40%. Samuca tem 35 anos e é oposição ao atual prefeito Antônio Francisco Neto.

Transtornos

No maior colégio eleitoral do estado, onde votam 13.523 eleitores, em São Gonçalo, quatro urnas apresentaram defeito. Total de 222 militares do Exército fizeram o patrulhamento da cidade, que apresentou aglomerações e trânsito tumultuado próximo à Uerj.

Nova Iguaçu teve reforço na segurança de 997 homens do Exército. De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral do Rio (TRE), Nova Iguaçu tem 583.636 eleitores. Em Duque de Caxias, três pessoas foram presas acusadas de fazer boca de urna, informou o TRE. Total de 800 militares da Marinha garantiram a segurança das eleições no município. 

Diferente do primeiro turno, Niterói estava bem mais limpa e com manifestações políticas mais discretas ontem. Ao todo, 264 homens policiaram a cidade.
Em Petrópolis, seis pessoas foram presas e 29 urnas tiveram que ser substituídas.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia