Mais Lidas

'Deus acaba de te dar um novo dia', postou dona de escola antes de morrer

"Coisas extraordinárias podem acontecer se você crê", concluía mensagem postada por Rosemary de Souza momentos antes de ser assassinada

Por adriano.araujo , adriano.araujo

Mensagem foi postada minutos antes de Rosemary ser assassinada na porta da escola infantil da qual era dona%2C em São GonçaloReprodução Facebook

Rio - Momentos antes de ser assassinada na porta da escola que era proprietária, na manhã desta quinta-feira, em São Gonçalo, Rosemary de Souza, de 52 anos, postou uma mensagem no seu perfil no Facebook. No texto, uma mensagem de ânimo para seguir em frente, independente de qualquer adversidade. 

"Sorria! Deus acaba de te dar um novo dia e coisas extraordinárias podem acontecer se você crê!", dizia a mensagem, postada por volta das 7h15, cerca de 45 minutos antes dela ser morta.

A postagem seguida do desfecho trágico impressionou pessoas próximas a Rose, como era conhecida. " Você era tão boa, que o mais extraordinário aconteceu. Você está junto à Deus. Na luz divina!", escreveu uma amiga.

Mulher teria sido morta a mando de traficantes da localidade Reprodução

"Prima, há oito horas atrás você deixou essa postagem, e agora não está mais entre nós! Só Deus pode consolar os corações dos seus filhos e de toda sua família! Fique em paz!", escreveu uma familiar, na tarde desta quinta-feira.

Rosemary foi morta a tiros na manhã desta quinta-feira em frente ao colégio infantil que era proprietária em São Gonçalo. Ela teria sido assassinada a mando de traficantes, já que ela era contra a atuação dos bandidos perto da instituição. Dupla armada sabia nome da vítima e deixou outras duas mulheres que estavam com ela irem embora.

Porta da escola infantil da qual Rosemay era proprietária e onde foi morta%2C em São Gonçalo Agência O Dia

O crime ocorreu por volta das 8h e a vítima estava na porta da escola, junto com outras duas funcionárias, na Rua Liberdade 182, no bairro Marambaia. Dois homens em uma moto abordaram as três.

Uma das funcionárias que presenciou a cena não quis se identificar, mas contou o que aconteceu: "Dois homens armados, em uma moto, vieram e mandaram as funcionárias entrarem na escola. Depois perguntaram onde estava a dona da escola, que eles tinham um envelope para entregar para ela. A Rosemary respondeu que a dona não estava ali. 'Tá sim porque é você' e atiraram nela.", contou.

Polícia Civil fez perícia na cena do crime. Rosemary foi assassinada na porta da escola da qual era proprietária%2C em São GonçaloAgência O Dia


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia