Mais Lidas

Polícia prende um dos suspeitos de matar turista argentino na Zona Sul

Pedro Henrique Marciano, o 'PH', foi preso na madrugada deste sábado, na comunidade da Coreia, na Zona Oeste

Por caio.belandi

Pedro Henrique Marciano%2C o "PH"%2C estava na comunidade da Coreia%2C na Zona Oeste do RioDivulgação

Rio - Policiais do 14º BPM (Bangu) prenderam, na madrugada deste sábado, Pedro Henrique Marciano, o "PH", de 25 anos. Ele é um dos suspeitos de ter participado do assassinato do turista argentino Matias Sebastian Carena, após a saída de um bar na rua Vinícius de Moraes, em Ipanema, na Zona Sul do Rio, caso ocorrido na madrugada do último domingo.

O rapaz foi encaminhado a 34ª DP, em Bangu, após ser detido em uma residência na comunidade. Os agentes chegaram a PH depois de uma denúncia anônima.

Outros três suspeitos são procurados pelo assassinato: Júlio César Oliveira, conhecido como Godinho, de 24 anos; Thiago de Noros Lessa Filho, o Kadu, 39 anos; e Valterson Ferreira Cantuaria, o Toddy Cantuaria, de 28 anos.

De acordo com a polícia, Toddy Cantuária, ex-integrante do grupo de pagode fugiu para Madri, na Espanha, poucas horas após a morte do turista. Ele teria sido a pessoa que deu um soco em Carena antes da queda. A Polícia Civil já acionou a Interpol, que está à procura do suspeito.

Quem tiver qualquer informação a respeito da localização dos envolvidos pode denunciar WhatsApp ou Telegram dos Procurados (21) 96802-1650; pelo Facebook (inbox): www.facebook .com/procurados.org/, pelo mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177 ou pelo aplicativo do DD. Em todos os canais de denúncias, o anonimato é garantido.

Suspeitos de agredir e matar turista argentino%2C em Ipanema%2C são procuradosDivulgação

Todas as informações recebidas estarão sendo enviadas para a Delegacia de Homicídios da Capital, que está encarregada do inquérito criminal.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia