Mais Lidas

Polícia apreende cinco fuzis em madrugada de novos tiroteios na Rocinha

Bonde que estaria indo para a comunidade trocou tiros com policiais no Túnel Zuzu Angel

Por lucas.cardoso

Rio - Na madrugada deste sábado, após a chegada de 950 militares para reforçar a segurança na comunidade da Rocinha, em São Conrado, na Zona Sul do Rio, novos tiroteios assustaram moradores. De acordo com a Polícia Militar, por volta das quatro e meia da manhã, policiais do 23º BPM (Leblon) teriam iniciado uma perseguição a um táxi onde estava um grupo de criminosos armados.

O carro estaria a caminho da comunidade, seguindo pelo túnel Zuzu Angel quando confrontado. No local, houve um confronto entre os policiais e os criminosos, que conseguiram fugir, mas no carro, os policiais conseguiram apreender dez fuzis, sete granadas, 55 carregadores e mais de duas mil munições de variados calibres. Além disso, os policiais militares encontraram 110 papelotes de maconha e mais de mil capsulas de pó.

Ocupação

O primeiro contingente de homens da Forças Armadas que farão um cerco à Rocinha chegou às 16h10 dessa sexta-feira na Rocinha. Cerca de 150 soldados do Exército e da Aeronáutica entraram na parte baixa da comunidade junto ao túnel Zuzu Angel.

Eles foram acompanhados por policiais militares e alguns grupos se espalharam pelas principais ruas da localidade, no interior da favela. A missão principal das Forças Armadas é fazer um cerco à Rocinha para apoiar as operações das polícias Civil e Militar.

A comunidade da Rocinha, a maior do Rio de Janeiro, é alvo de operações diárias da Polícia Militar desde o último domingo, quando houve confrontos entre grupos criminosos rivais pelo controle de pontos de venda da comunidade.

Na manhã de ontem, houve um tiroteio intenso entre policiais e criminosos, que provocou o fechamento da Autoestrada Lagoa-Barra, que liga o bairro de São Conrado à Gávea. Cinco escolas e três unidades de educação infantil da prefeitura fecharam as portas, deixando quase 2.500 alunos sem aulas.

Com informações da Agência Brasil

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia