Mais Lidas

Batalhão de Ações com Cães bate novo recorde de apreensões de drogas

Quase 12 toneladas de drogas foram apreendidas neste ano. Policiais recuperaram ainda 112 armas, sendo 33 fuzis

Por gabriela.mattos

Rio - O Batalhão de Ações com Cães (BAC) bateu um novo recorde de apreensões de drogas: até esta quarta-feira, foram 11,8 toneladas neste ano contra 9,2 toneladas em 2016. Além disso, os policiais já apreenderam 112 armas de diversos calibres, sendo 33 fuzis de janeiro a novembro. No ano passado, foram 81 armas. Destas, 17 eram fuzis.

BAC apreendeu quase 12 toneladas de drogas neste anoDivulgação

O número de apreensões tem crescido rapidamente. No último dia 13, o DIA publicou que o BAC havia encontrado 9,3 toneladas de drogas em 2017. "Acredito que o trabalho de inteligência aperfeiçoou o mapeamento das áreas de atuação do BAC. A proposta é atuar com técnica e profissionalismo, marcas reconhecidas por todos os integrantes do Batalhão de Ações com Cães", explicou o comandante do BAC, tenente-coronel Rubens Castro Peixoto Jr.

Das quase 12 toneladas de drogas apreendidas, 3,5 toneladas foram em duas ações a partir de julho: 2,5 toneladas na Nova Holanda, na Maré; e uma tonelada no Pavão-Pavãozinho, em Ipanema. Já a maioria dos fuzis foi apreendida na Zona da Leopoldina, onde estão o Complexo do Alemão, o Complexo da Penha e outras comunidades.

Atualmente, o batalhão reúne 228 policiais e 79 cães das raças pastor alemão, pastor holandês, pastor belga de Malinois, rottweiler e labrador. Dez deles são ainda filhotes, em preparação para o policiamento. Os já ativos seguem os horários de atuação dos PMs: se trabalham um dia, descansam três. Se feridos em confrontos, são postos de licença para tratamento. Além disso, os cães são escalados em sistema de rodízio. A preparação dos animais é dividida em quatro fases: adestramento, treinamento físico, memorização e busca dos odores.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia