Mais Lidas

‘A tarifa deveria ser R$ 3,09’, diz secretário de transportes na CPI dos Ônibus

Fernando Mac Dowell revelou preço baseado em estudo pessoal no mesmo dia em que Crivella anunciou auditoria para determinar valor

Por lucas.cardoso

Rio - O secretário de Transportes do município, Fernando Mac Dowell, foi interrogado pela CPI dos Ônibus, na Câmara Municipal do Rio, na tarde desta terça-feira. Durante a sessão, o secretário explicou que no início do ano, quando chegou à prefeitura, achou necessário verificar o valor da tarifa, que acreditava ser alta. Por isso, desenvolveu um estudo que aponta que o preço ideal das passagens seria 31 centavos menor do que o cobrado hoje (R$3,40): “A tarifa deveria ser R$ 3,09”, disse Mac Dowell, ressaltando que a pesquisa revela que a passagem aplicada no Rio de Janeiro é a mais alta da história.

Mac Dowell durante interrogatório pela CPI dos Ônibus%2C na Câmara Municipal do RioReprodução Facebook

Mac Dowell ainda comentou sobre a auditoria externa que será realizada ainda neste ano e que foi anunciada pela imprensa no dia de hoje. Segundo o secretário, não será contratada uma nova empresa para o serviço. Trata-se da continuidade, por meio de aditivo contratual, do trabalho iniciado pela empresa PricewaterhouseCoopers (PwC) para prefeitura em 2016. O secretário disse ainda que a pesquisa feita por ele irá orientar a auditoria.

No relatório da PwC entregue há cerca de um ano, a empresa indicou que o valor da tarifa poderia ter uma redução entre R$1,05 ou R$2,05 (o equivalente, hoje, a R$ 1,20 e R$ 2,30) quando a tarifa era R$3,00. O documento apontou também que seria possível reduzir ainda mais o valor caso os auditores tivessem tido acesso às informações financeiras das empresas de ônibus.

A próxima sessão da CPI está marcada para dia 12 de dezembro.

Auditoria independente

Também nesta terça, o prefeito Marcelo Crivella definiu que irá contratar uma auditoria independente para avaliar o valor das passagens do transporte público no município. A decisão foi comunicada durante a reunião com representantes da Rio Ônibus. Na ocasião, o prefeito falou em equilíbrio "para uma tarifa mais justa".

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia