Por

Há nove anos, a produtora de eventos Marluce Melo dos Santos, 45 anos, enfrentou um tremendo dilema. A camisinha 'estourou' durante uma transa sem compromisso com um colega de trabalho e ela, de repente, se viu grávida. "Tem coisas que a gente leva para a vida toda. Ter ou tirar um filho é uma delas", filosofa Marluce, que optou pela vida.

Hoje, ela tem a Sofia, uma linda aluna do Colégio Pedro II. "Algo me dizia que não ia passar pela vida sem ser mãe. Mas, se pudesse, não escolheria ser mãe solteira. É muito pesado", diz a produtora de eventos. Segundo ela, apesar de serem maioria na sociedade, as mães solteiras enfrentam muito preconceito.

"A sociedade ainda é demasiadamente machista", afirma, garantindo que o lado positivo da situação é a relação com a filha. "O nível de aproximação e conhecimento é intenso".

Você pode gostar
Comentários