Museu do Amanhã  - Divulgação
Museu do Amanhã Divulgação
Por O Dia

Rio - O Museu do Amanhã vai promover a mobilização social e cultural por meio de visitas aos centros culturais e circulação pelos espaços urbanos, por meio do projeto Entre Museus, que tem patrocínio da Fundação ENGIE. A iniciativa irá até setembro com passeios a instituições, seminário e feira multicultural – para contribuir com a formação de novos públicos, fortalecendo os laços entre as escolas e os espaços de cultura, com foco em crianças e jovens de comunidades vulneráveis.

De acordo com o museu, ao todo, participam do projeto 700 alunos de comunidades da Zona Portuária (Livramento, Morro da Conceição, Gamboa e Santo Cristo) – divididos em 23 grupos – a partir do sexto ano do Ensino Fundamental, de oito escolas e de três organizações sociais também do entorno da Praça Mauá.

Ainda segundo a instituição, já foram realizadas 24 visitas – sendo 12 ao Museu do Amanhã, beneficiando 340 estudantes e 38 professores. Os grupos (cada um com cerca de 35 jovens) fazem uma visitação mediada, acompanhados de professores e educadores, a duas instituições: Museu do Amanhã e mais um entre os 21 envolvidos, como Paço Imperial, MAM, MAR, Museu Histórico Nacional, entre outros.

Um historiador acompanha os alunos no trajeto, comentando fatos e ressaltando pontos históricos da cidade.

“Acreditamos na capacidade do nosso público na multiplicação do seu conhecimento e na participação ativa no processo de construção de sua própria cidade, sensibilizando para a valorização do nosso patrimônio cultural. O projeto deve alcançar 3 mil pessoas da região, indiretamente, incluindo familiares, professores, estudantes e colaboradores”, afirma Laura Taves, idealizadora do projeto e gerente de Relações Comunitárias do Museu do Amanhã.

Gil Maranhão, diretor de Estratégia, Comunicação e Responsabilidade Social da ENGIE Brasil, ressalta a importância de investir em projetos que promovam uma interação dos jovens com a cidade e a cultura e promovem a inserção social.

“A ENGIE, que já patrocina o Museu do Amanhã, tem como um dos seus focos prioritários a juventude e a promoção da inovação e da cultura como forma de conectar pessoas aos espaços públicos das cidades, cujas soluções desenvolvidas pela empresa, dentro do conceito de Cidades do Amanhã, são um dos pilares estratégicos do grupo no mundo”, afirma. 

DIÁRIO DE BORDO

Cada aluno recebe um “Diário de Bordo” com informações sobre os museus, o entorno, formulários de pesquisas, espaço para anotações, e um grande mapa da cidade, estimulando a produção de um material pós-visitação com as suas próprias impressões.

No final do projeto, acontecerá uma feira multicultural e comemorativa nos jardins do Museu do Amanhã, com a participaçao de todas as instituições, escolas e organizações parceiras, e com a entrega de certificados aos participantes.

 

Você pode gostar