Amigos culpam médico pela morte de bancária de Cuiabá após procedimento estético no Rio

Lilian Calixto teve complicações após aplicação de silicone nos glúteos feita na casa do médico Denis Furtado, na Barra da Tijuca. Ele, a namorada e a mãe tiveram a prisão decretada pela Justiça

Por O Dia

Bancária saiu de Cuiabá, no Mato Grosso, para realizar procedimento estético no Rio
Bancária saiu de Cuiabá, no Mato Grosso, para realizar procedimento estético no Rio -

Rio - Um dia após a morte de Lilian Quezia Calixto de Lima Jamberci, de 46 anos, amigos da bancária se manifestaram nas redes sociais alegando que o médico que fez um procedimento estético na mato-grossense foi negligente. A gerente de banco era de Cuiabá, no Mato Grosso, e veio ao Rio no fim de semana para uma aplicação de silicone nos glúteos com Denis Cesar Barros Furtado. A Justiça decretou a sua prisão e da mãe do acusado no fim da noite desta segunda-feira. A namorada de Denis, de acordo com a polícia, trabalharia com a sogra como assistente durante as intervenções cirúrgicas. 

O procedimento foi feito no apartamento do médico, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste da cidade, o que é proibido. Lilian teve complicações após a cirurgia, foi levada ao Hospital Barra D'Or e morreu, na madrugada deste domingo. A polícia encontrou vários materiais cirúrgicos na sua residência. 

Médico Denis Cesar Barros Furtado tem mais de 650 mil seguidores em rede social - Reprodução / Internet

"Minha cunhada Lilian Calixto foi vítima desse ser desumano, hoje foragido da polícia, e o meu irmão e minha sobrinha sofrendo as dores dessa grande perda. Estou de coração partido e com ódio de pessoas irresponsáveis. Esse suposto médico e de suas secretárias (...) Essa pessoa, Dr. Denis furtado, já bloqueou todas as suas contas, pois com certeza sua vaidade não é capaz de aguentar um único comentário negativo. Como possui mais de 670 mil seguidores, compartilhem, para chegar pelo menos a mais alguma "possível paciente". E que não seja mais uma vítima sua", uma amiga de Lilian desabafou, exibindo o perfil do médico no Instagram, que é conhecido como "Doutor Bumbum".

Amiga faz desabafo sobre a morte de Lilian - Reprodução / Internet

A bancária era casada e deixa dois filhos. A delegacia da Barra (16ª DP) investiga o caso e a Justiça do Rio decretou, na noite desta segunda, a prisão temporária de Denis.

Em seu site, o médico informa que atua "nas áreas de medicina integrativa, acompanhamento ortomolecular e hormonal, tratamento da dor crônica, emagrecimento e medicina neural, sistêmica e funcional".

Ele possui registros no Conselho Regional de Medicina (CRM) de Goiás e do Distrito Federal. Seu telefone de contato tem o DDD da região, 61 (Goiás e Distrito Federal) e, ainda de acordo com seu site, no Rio informa que atende no Shopping Downtown, também na Barra. Também há endereços de atendimento em Brasília, São Paulo e Manaus. Entretanto, Denis tem um cadastro na capital fluminense, pela prefeitura, de um salão de beleza.

O DIA tentou entrar em contato com o médico para perguntar sobre o procedimento realizado em Lilian, mas até a publicação desta reportagem não obteve retorno.

Galeria de Fotos

Bancária saiu de Cuiabá, no Mato Grosso, para realizar procedimento estético no Rio Arquivo Pessoal
Amiga faz desabafo sobre a morte de Lilian Reprodução / Internet
Médico Denis Cesar Barros Furtado é procurado pela polícia após morte de paciente Reprodução / Internet

Últimas de Rio de Janeiro