Quem tem a partir de 60 anos tem direito direito a uma série de gratuidade - Maíra Coelho / Agência O DIA
Quem tem a partir de 60 anos tem direito direito a uma série de gratuidadeMaíra Coelho / Agência O DIA
Por O Dia

Rio - A última pesquisa Datafolha, divulgada no mês passado, mostrou que 51% dos idosos usam o transporte público no dia a dia. Muitos, entretanto, não sabem todos os direitos e gratuidades que possuem para esse serviço.

Em relação a viagens intermunicipais, por exemplo, idosos a partir de 65 anos não pagam a passagem apresentando documento de identificação original, com foto, ou o cartão RioCard Sênior. Esse cartão também dá gratuidade nos ônibus convencionais e no VLT Carioca.

Para adquirir o cartão RioCard, o idoso deve se cadastrar no site www.cartaoriocard.com.br ou pelo número (21) 4003-3737 e agendar horário no posto de atendimento. O usuário deve levar o documento de CPF, identificação oficial com foto, e comprovante de residência.

No caso do metrô, um cartão específico precisa ser feito no Posto de Gratuidade da estação Central, de segunda a sexta, das 8h às 18h, portando os mesmos documentos. Já nos trens, o idoso deve levar documento de identificação oficial e comprovante de residência na plataforma 13 da estação Central do Brasil, de segunda a sexta, das 8h às 17h.

Para viagens interestaduais, para fora do Rio, passageiros com idade mínima de 60 anos, com renda mensal igual ou inferior a dois salários mínimos, tem direito à passagem gratuita. As empresas, inclusive, reservam duas vagas obrigatórias para idosos. Ele só precisará pagar a taxa de embarque e possíveis taxas de pedágio.

Se os dois assentos já estiverem preenchidos no ônibus, o idoso tem 50% de desconto na passagem. O benefício contempla apenas ônibus convencionais, não funcionando para categorias como executivo e leito-cama.

O idoso pode reservar o bilhete 30 dias antes da viagem no guichê físico da empresa, com prazo máximo de até 3 horas antes de viajar. É preciso apresentar documento original com foto e um documento para comprovar a renda, como carteira de trabalho e previdência social, contracheque ou carnê do INSS.

Cartão no máximo em dez dias

Para o Cartão de Estacionamento do Idoso, o direito é garantido a partir dos 60 anos e o cartão vale em todo o país por cinco anos. Em vagas do Rio Rotativo, o idoso fica isento do pagamento do estacionamento.

Desde março, o processo para conseguir o cartão de estacionamento ficou mais ágil: tem prazo máximo de dez dias, antes eram 30 dias.

Para garantir o direito à vaga, o idoso deve comparecer em uma unidade da Secretaria Municipal de Transportes apresentando comprovante de residência, Carteira Nacional de Habilitação válida, documento de identificação com foto e CPF. Também é preciso apresentar um formulário que pode ser acessado no site da pasta: www.rio.rj.gov.br/web/smtr.

Você pode gostar
Comentários