Entrada de graça em museus até o fim do ano

O Passaporte de Museus, que pode ser retirado em várias instituições, dá acesso a mais de 70 estabelecimentos

Por O Dia

Para ganhar o passaporte, basta preencher ficha com dados pessoais
Para ganhar o passaporte, basta preencher ficha com dados pessoais -

Rio - Para aproveitar um bom passeio cultural nada melhor do que ele ainda ser de graça. O Passaporte de Museus 2018 começou a a ser distribuído em instituições do estado e dará acesso gratuito a mais de 70 museus e centros culturais até o final do ano. A partir desta sexta-feira, o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), no Centro do Rio, vai disponibilizar o passaporte aos seus visitantes.

Para conseguir um exemplar, que também é oferecido de graça, basta retirar pessoalmente nos locais de distribuição. No CCBB, a retirada é no balcão de informações, das 9h às 21h, exceto terça-feira, pois o prédio não abre. O passaporte garante uma visita gratuita a cada museu participante em dias da semana que podem ser consultados no próprio passaporte. Nesta edição, serão disponibilizados 300 mil exemplares no Rio.

Em cada museu visitado, o Passaporte de Museus será carimbado e a validade do documento é até 31 de dezembro de 2018. Não é preciso ser morador do Rio para receber o benefício. Pessoas de qualquer naturalidade podem retirar o documento. Nos locais de retirada, será necessário preencher uma ficha com nome, número de identidade e e-mail.

Homenageado nesta edição pela celebração de seus 200 anos, o Museu Nacional, em São Cristóvão, distribui os passaportes às quintas e sábados, das 10h às 16h. O Museu Nacional de Belas Artes, no Centro, oferece o documento de terça a domingo, das 10h às 18h. Já o Museu de Arte do Rio, na Praça Mauá, a retirada é terças e sábados, das 9h às 17h. No Museu da República, no Catete, o benefício é entregue de quarta a sábado, das 10h às 18h e no Museu Imperial, em Petrópolis, de terça a domingo, das 10h às 17h. A lista com as instituições participantes e os endereços está em www.museus.gov.br

 

Comentários

Últimas de Rio de Janeiro